Tamanho do texto

Corte faz parte do projeto de unificação das empresas da emissora e foi anunciado por meio de uma nota pelo presidente Roberto Irineu Marinho

Na última semana, os funcionários da Globo foram surpreendidos com algumas demissões na emissora. Desta vez, o diretor-geral da Globosat , Alberto Pecegueiro, é quem deixará seu cargo a partir de janeiro após 25 anos de trabalho.

Leia também: Tensão na Globo! Demissões teriam gerado choro e caos nos corredores da emissora

Globo arrow-options
Divulgação
Globo


Esse corte é mais um resultado do projeto "Uma Só Globo", que deve unir todas as empresas do Grupo Globo em uma só.

A notícia da saída de Alberto Pecegueiro foi anunciada por meio de uma nota pelo presidente do Conselho de Administração da emissora , Roberto Irineu Marinho e o presidente-executivo, Jorge Nóbrega.

Leia também: Salário alto e um acordo sigiloso podem impedir o retorno de Xuxa para Globo

"Após 25 anos à frente da Globosat, construindo a maior programadora de TV por assinatura da América Latina, o diretor-geral Alberto Pecegueiro decidiu encerrar suas atividades executivas na empresa, em janeiro de 2020. A vida profissional de Alberto se confunde com a história da TV paga no Brasil. Todos os movimentos relevantes da indústria, desde o seu nascedouro, contaram com a sua participação e liderança. Pecegueiro implementou o nosso modelo de programação baseado em parcerias nacionais e internacionais."

Alberto Pecegueiro arrow-options
Divulgação/Globosat
Alberto Pecegueiro


Leia também: Demissão em massa na Globo gera climão no Projac 

De acordo com a nota, Pecegueiro vai continuar ligado ao Grupo Globo como representante do grupo nos conselhos administrativos das "joint ventures" do qual faz parte.