Tamanho do texto

Apresentador foi criticado por falta de posicionamento no Twitter

A repercussão do caso de assédio transmitido pelo reality A Fazenda , da Record TV, também sobrou para Marcos Mion . No Twitter, o apresentador foi acusado de omissão pela falta de posicionamento sobre o caso e defendeu-se: “não faço a edição do programa, não escolho as imagens e não sou diretor”.

marcos mion apresenta A Fazenda arrow-options
Divulgação / Record TV / Instagram
Após cena de assédio em A Fazenda, internautas pediram expulsão de participante

A reação dos internautas começou quando o apresentador - já em meio ao burburinho que pedia expulsão do participante Phellipe - publicou o habitual tweet que convidava o público a “pegar a pipoca” para assistir ao programa. 

Leia também: Expulso de 'A Fazenda'? Phellipe beija boca de Hariany sem a permissão dela

O episódio que seria exibido, porém, traria as cenas da briga entre Phelipe e Hariany, que terminaria em um beijo na boca sem o consentimento dela. Nesse contexto, a postura do apresentador foi lida como uma forma de fingir que nada estava acontecendo. 

“Mandou pegar pipoca para assistir o assédio. Assédio não é entretenimento!”, publicou uma seguidora, que recebeu mais de uma centena de curtidas no microblog. “Não faça piada em cima de uma situação tão grave, por favor”, disse outra. 

Leia mais: Maisa comenta assédio em A Fazenda: "Que nojo!"

Após a confusão, Mion excluiu o tweet original e postou uma série de textos em sua defesa. “Apaguei o Tweet para não dar uma interpretação imaginária para quem tá com raiva da emissora, da situação ocorrida e vem descontar em mim”, disse. Confira as publicações: