Tamanho do texto

O nome José Mayer voltou a ser lembrado nos bastidores da emissora após Aguinaldo Silva pressionar para ter o ator em sua próxima trama das 21h

A novela entre José Mayer e Globo ganhou um novo capítulo. Após a acusação de assédio contra a figurinista Susllem Tonami em abril do ano passado,o ator foi afastado do casting da emissora. Aguinaldo Silva, autor da próxima novela das 21h, "O Sétimo Guardião" , no entanto, está pressionando nos bastidores para ter o ator em sua novela.

Leia também: Globo afasta José Mayer por tempo indefinido e se desculpa com vítima de assédio

Possível volta de José Mayer para novelas esquenta os bastidores da Rede Globo
Divulgação
Possível volta de José Mayer para novelas esquenta os bastidores da Rede Globo



Nos bastidores da plim plim, há profissionais que entendem que José Mayer já "pagou pelo erro cometido" e não pode ser proibido de exercer sua profissão. Porém, a volta do ator não é tão simples para a emissora já que diversas mulheres da casa posicionaram-se publicamente contra a atitude de Mayer e defenderam a figurinista. 

Além disso, o público também usou as redes sociais para se manifestarem sobre o caso, usando as hashtags #MexeuComUmaMexeuComTodas e #ChegaDeAssédio. A volta de Mayer para as novelas irá esquentar os bastidores e deixar o clima desagradável para alguns, inclusive para ele.

Leia também: José Mayer nega acusação de assédio: "Respeito muito as mulheres"

O que a Globo perde com a volta do ator: 

  • Rejeição nas redes socias

Nas redes sociais, diversas personalidades famosas e anônimas entraram em defesa de Susllem. O movimento #MexeuComUmaMexeuComTodas e #ChegaDeAssédio ficou entre os trending topics no Twitter , com mensagens de apoio e repúdio a atitude do ator de 68 anos. 

O acontecimento também serviu para que outras mulheres pudessem criar voz e relatarem algum tipo de abuso, seja ele moral ou sexual, que tenham sofrido de outros homens. 

  • Revolta do público feminino 

Após a acusação de assédio sexual, diversas atrizes como Alice Wegmann, Camila Pitanga, Priscila Fantin, Deborah Secco, Letícia Sabatella, Leandra Leal, Alinne Moraes, Taís Araújo e outros profissionais da casa aderiram as hashtags #MexeuComUmaMexeuComTodas e #ChegaDeAssédio nas redes sociais como forma de apoio a figurinista. O retorno de Mayer possivelmente provacaria novamente a manifestação das mulheres que anteriormente já aderiram ao movimento. 

Alice Wegmann, que atuou com José Mayer em
Divulgação/Instagram
Alice Wegmann, que atuou com José Mayer em "A Lei da Vida", utilizou suas redes sociais para apoiar o movimento contra o assédio


Vale ressaltar que atrizes como Taís Araújo, Deborah Secco, Priscila Fantin e Camila Pitanga trabalharam em novelas com o ator sendo seu par romântico. 

  • Má publicidade

A posição da Rede Globo perante o caso envolvendo Mayer e Susllem Tonami demorou a acontecer. Na época, o ator estava no ar atuando na novela "A Lei do Amor" e parecia não ser tão fácil assim para a emissora e diretores encontrarem um bom motivo para afastar o personagem da trama. 

A Globo só divulgou o seu posicionamento após uma sequência de especulações e muita desinformações, mas principalmente após a movimentação intensa de funcionárias da emissora tanto nos bastidores como nas redes sociais. Vale ressaltar que após o ocorrido, a emissora afastou o ator da próxima novela de Aguinaldo Silva, que será "O Sétimo Guardião", mas há que tudo indica, há grandes chances dele estar presente. 

Diferentemente do que aconteceu no caso Mayer, a emissora toma atitudes diferentes em casos delicados. Como o exemplo do ator Fábio Assunção, que por diversas vezes teve problemas com álcool e drogas, foi colocado na geladeira, mas sempre retornou em alguma trama. Atualmente, o ator está na minissérie "Onde Nascem os Fortes", mas mesmo se envolvendo em um acidente de trânsito onde a principal suspeita era de embriaguez, o ator não foi afastado. 

  • Complacente com assédio

O retorno de Mayer aos corredores da Rede Globo podem sugerir ao público e aos próprios profissionais da casa a complacência da emissora com casos polêmicas. Mesmo abordando os temas como abuso e violência sexual nas tramas das novelas, o retorno do ator prova que a situação, mesmo grave, já foi retratada e ambas as partes precisam seguir os seus caminhos. 

No caso, a figurinista acusou o ator de assédio moral e sexual pelas inúmeras situações contrangedoras que passava . Porém, após a retratação pública de Mayer e da emissora, escolheu não prosseguir com o processo: “Sinto que a minha história teve começo, meio e fim. Terminou na terça à noite, 04 de abril de 2017, com um pedido de desculpa da Rede Globo e uma carta de confissão do José Mayer, ambos lidos no ‘Jornal Nacional’. Senti que tive a justiça que desejava. Pouco creio que a punição criminal para o meu caso tenha alcance maior que já tivemos”, disse. 

Leia também: Luiza Brunet, Rihanna e as famosas que já foram vítimas de violência doméstica

O que a Globo ganha com a volta do ator: 

  • Experiência de José Mayer

Mayer começou a sua carreira na Globo em 1980, em "Chega Mais". O ator já soma 27 novelas na emissora e trabalhos considerados sucessos pelo público como "Tieta", "Mulheres Apaixonadas", "Senhora do Destino" e "Império". O ator também consolidou a sua carreira como um dos galãs da casa, fazendo papel romântico com atrizes renomadas como Vera Holtz, Lilia Cabral, Christiane Torloni, Susana Vieira e Taís Araújo.

  • Já trabalhou com quase todos os autores da casa 

O ator, que foi afastado da emissora por tempo indeterminado, tem mais de 35 anos de carreira e já trabalhou com quase todos os autores da casa, dentre eles Aguinaldo Silva ("Fina Estampa", "Senhora do Destino", "Tieta" e "A Indomada"), Manoel Carlos ("Viver a Vida", "Páginas da Vida" e "Presença de Anita"), João Emanuel Carneiro ("A Favorita"), Benedito Ruy Barbosa ("Esperança"), Cassiano Gabus Mendes ("Meu bem, Meu Mal") e Gilberto Braga ("Pátria Amada"). 

Em
Divulgação/TV Globo
Em "Senhora do Destino" ele disputa o amor de Maria do Carmo com Giovanni Improtta


Aguinaldo Silva, inclusive, é um dos autores que mais contou com o ator no seu elenco. Mayer atuou em sete novelas das dezessetes novelas que o autor já escreveu na casa. 

  • Redenção

A volta de José Mayer na Globo é a prova que a emissora promove a redenção e permite uma segunda chance dos profissionais. O ator já provou que é talentoso e flexível em seus personagens. Mayer já atuou como boxeador na primeira versão de "A Guerra dos Sexos" (1983), lavrador Zé Burro na minissérie "O Pagador de Promessas" (1988), comissário de polícia Alberto Mattos em "Agosto" (1995) e hippie em "A Favorita" (2008). 

Alberto Mattos (José Mayer), solucionando mistérios na minissérie 'Agosto'
Nelson di Rago/TV Globo
Alberto Mattos (José Mayer), solucionando mistérios na minissérie 'Agosto'



Diante de ressalvas, Aguinaldo Silva deixa as portas abertas para que José Mayer  esteja em "O Sétimo Guardião" e possa voltar a Globo exercendo a sua profissão.