Tamanho do texto

Se há algum tempo, o público podia admirar livremente as vilãs das novelas, a "patrulha da internet" não permite mais que isso aconteça atualmente

A frase pode parecer contraditória, mas quem acompanha novelas acentuadamente sabe que grandes vilãs acabam caindo nas graças do público. Para citar exemplos, não é preciso ir muito longe: quem não se divertiu com Nazaré, personagem de Renata Sorrah em "Senhora do Destino" , que recentemente foi reprisada em "Vale a Pena Ver de Novo" ? Quem não esperava ansioso por  "Avenida Brasil" só para poder ver as maldades de Carminha ( Adriana Esteves )?

Leia também: Carminha e outras vilãs de novela que marcaram as telinhas brasileiras

Nazaré faz parte de uma lista de vilãs queridas pelos telespectadores
Reprodução/Globo
Nazaré faz parte de uma lista de vilãs queridas pelos telespectadores


Tanto Nazaré quanto Carminha foram vilãs que entraram para uma lista de personagens más que acabaram se tornando queridas pelos telespectadores, o que era muito mais comum em um passado não muito distânte. O motivo? Hoje isso virou politicamente incorreto.

Leia também: Assim como Irene em “A Força do Querer”, relembre outras vilãs sedutoras

Carminha também é uma vilã lembrada com muito carinho
Divulgação/TV Globo
Carminha também é uma vilã lembrada com muito carinho


Com um número cada vez maior de redes sociais, esse ou qualquer outro assunto, acaba ficando ainda mais em evidência, ou seja, gostar de alguém que mata ou cometeu algum tipo de crueldade  na ficção acaba sendo julgado, o que não acontecia há cinco ou dez anos, ou, pelo menos, não acontecia na mesma intensidade que é percebido nos dias de hoje.

Virada

Talvez o último grande vilão que tenha de fato caído nas graças dos telespectados, tenha sido o Felix, personagem de Mateus Solano em "Viver à Vida" . Logo no primeiro capítulo da novela, o personagem jogou o bebê de sua irmã em uma caçamba de lixo. Quer maldade maior? Mesmo assim, ele foi conquistando o público ao longo da novela até chegar ao ponto de ver pessoas torcendo para seu final feliz, o que de fato aconteceu no último capítulo.

Depois disso, a Globo teve  "Em Família" , "Império", "Babilônia" , "A Regra do Jogo" , "Velho Chico" e "A Lei do Amor" na faixa das 21h, nenhuma delas com um vilão querido. Isso só mudou no ano passado, quando Bibi ( Juliana Paes ) roubou a cena em "A Força do Querer" .

Bibi Perigosa roubou a cena em
Divulgação/TV Globo
Bibi Perigosa roubou a cena em "A Força do Querer"


Com Bibi as coisas já acnteceram de uma forma diferente. O público se dividiu nas redes sociais e, enquanto algumas pessoas mostravam afeto pela moça, outros declaravam ódio à esposa de Rubinho, personagem de Emílio Dantas.

Leia também: "A Força do Querer": Bibi e Rubinho deram autenticidade à trama de Glória Perez

A nova geração de vilões

Sofia e Nadia são duas vilãs que em outros tempos estariam na boca do povo
Divulgação
Sofia e Nadia são duas vilãs que em outros tempos estariam na boca do povo

Agora com "O Outro Lado do Paraíso", Eliane Giardini vem roubando a cena na pele da racista  Nádia. Marieta Severo dá dimensões, ora gregas, ora mexicanas, a sua Sofia. São duas vilãs que em outros tempos talvez já tivessem assegurado vaga cativa no imaginário cultural do brasileiro. As duas, no entanto, não devem se juntar a Carminha e Nazaré. Mesmo a mais vã e espalhafatosa ficção é vítima de uma patrulha feroz nas redes sociais que parece coibir aquela máxima de que "adoramos detestar fulano". 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas