Tamanho do texto

Tatá Werneck brilhou desde a estreia de “Lady Night”, mas segue investindo na carreira de atriz. Em qual área ela é mais essencial para o entretenimento?

Lady Night ” foi um dos melhores programas a estrear na televisão em 2017. O talk-show de Tatá Werneck no Multishow foi sucesso imediato e garantiu segunda temporada ainda no mesmo ano. Com convidados estrelados, Tatá logo entrou para o hall dos principais apresentadores do Brasil.

Leia também: Entenda tudo sobre a polêmica envolvendo Tatá Werneck e o grupo KLB

Tatá Werneck concilia carreira de atriz e apresentadora, mas onde ela é mais essencial?
Divulgação
Tatá Werneck concilia carreira de atriz e apresentadora, mas onde ela é mais essencial?

Com experiência anterior como atriz e em programas de auditório, essa foi a primeira vez que ela atuou como entrevistadora, interagindo com atores sendo eles mesmos, e não interpretando alguém ou fazendo uma cena. Como qualquer nova produção, a expectativa para ver se esse formato funcionava com ela era grande, e Tatá Werneck não decepcionou. Pelo contrário, em pouco tempo seu programa se tornou um dos mais comentado na TV e os convidados mais a vontade com o jeito espontâneo e sarrista da humorista. Neymar , Glória Maria, Cauã Reymond e Zico são alguns dos nomes que já passaram pelas duas temporadas do “Lady Night”.

Leia também: 10 razões que fazem do “Lady Night” de Tatá Werneck um sucesso

Porém, quem quiser uma nova leva de episódios do programa vai ter que esperar, pois Tatá está se dedicando nesse momento a carreira de atriz. Ela é Lucrécia, casada com o Rei Rodolfo (Johnny Massaro) em “ Deus Salve o Rei ”. Se por um lado sua personagem pode divertir na novela das 19h, por outro não chega nem perto do sucesso e repercussão do talk-show.

Apresentadora ou atriz?

O nome de Tatá está em alta no momento e ela é talentosa nas duas áreas. Mas, enquanto na novela ela perde o protagonismo para Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa, no programa ela reina sozinha. Cheia de convites, é normal que ela queira exercitar seu lado atriz, e “Deus Salve o Rei” era diferente o suficiente para que ela visse o papel como um desafio. Mas, na Idade Média ou nos dias de hoje, os papeis de Tatá na TV costumam ser semelhantes.

Tatá Werneck como Fedora em
Divulgação/TV Globo
Tatá Werneck como Fedora em "Haja Coração"

Suas personagens servem como amigas ou inimigas da protagonista, com uma história paralela, mas menos importante, divertidas, mas levemente fúteis. O resultado são personagens boas, mas esquecíveis. Daqui a 10 anos, pelo que Tatá será lembrada? Pela Fedora de “Haja Coração” ou pela memorável entrevista com uma sexóloga em “Lady Night”?

Deixando o passado para trás

Outros artistas que começaram a carreira como atores acabaram se encontrando atrás de uma bancada. Jô Soares, por exemplo, teve uma extensa carreira como humorista, mas se consagrou também como apresentador. Ellen DeGeneres também começou como comediante fazendo stand-up, ao mesmo tempo em que atuava em filmes, mas foi quando assumiu seu próprio talk-show que a carreira deslanchou.

Tatá pode ir pelo mesmo caminho e ganhar ainda mais destaque. A própria já assumiu que existem conversas para transferir seu programa para a Globo, o que, apesar de perder parte de sua característica, significa que a emissora também vê seu potencial como apresentadora.

Conciliando

As temporadas de “ Lady Night ” são curtas e permitem que ela se dedique a outros projetos. Em 2017, ela gravou um filme com Cauã Reymond, “Uma Quase Dupla”, que deve estrear ainda este ano. Assim que a novela terminar,  Tatá Werneck volta para a terceira temporada do programa. Ela encontrou uma maneira confortável de unir o melhor dos dois mundos, mas pode estar desperdiçando uma boa oportunidade de crescer com seu talk-show, e cravar seu nome no hall dos grandes apresentadores brasileiros.

Leia também: Tatá Werneck conta como foi pedida em casamento por Rafael Vitti