Tamanho do texto

Globo investe em novos atores em seu casting, mas resultado ainda não se mostrou positivo nos números e audiência patina com novatos

Novas apostas são sempre uma caixinha de surpresas. Como o próprio nome já diz, são apostas e podem dar certo ou errado. Ao investir em novos atores para suas produções, a Globo enfrenta essa máxima e os dois cenários podem acontecer. Quando Chay Suede fez uma pequena participação em “Império” como Zé Pedro antes de virar comendador (Alexandre Nero), o menino logo virou assunto por seu talento. Seu nome ficou no radar da emissora e ele logo emplacou um novo papel: o Rafael de “Babilônia”.

Leia também: Novelas: relembre as dez cenas mais marcantes dos últimos tempos

Novas apostas da emissora emendam papeis, mas ainda não mostraram resultado na Globo
Divulgação
Novas apostas da emissora emendam papeis, mas ainda não mostraram resultado na Globo

A novela, porém, não teve a repercussão esperada e o ator, assim como o resto do elenco, sofreu um revés na carreira. Mas, com apenas 23 anos, Chay não teve que esperar muito para emendar “A Lei do Amor”, mesmo que, assim como “Império”, fosse só na primeira fase. A seguir, ele emplacou “ Novo Mundo ”, um sucesso no horário, mantendo uma média de 25 pontos. A novela, inclusive, se apoiou em um elenco jovem, que além de Chay incluía Isabelle Drummond, Caio Castro e Rodrigo Simas. Agora, ele se prepara para seu próximo papel na Globo , a próxima novela das 21h de João Emanuel Careiro.

Leia também: Dez casais da ficção que se repetiram em novelas

Trajetória parecida foi a de Mateus Solano . Em 2009 ele era relativamente desconhecido quando deu vida aos gêmeos Miguel e Jorge em “Viver a Vida”. O ator deu tão certo que tem emendado papeis de destaque desde então. Em 2017 não foi diferente, mas o resultado é uma novela que fracassou, “Pega Pega”. Junto com ele nesse fracasso está Camila Queiróz, outra aposta do canal.

Erros e acertos

Claro que, para uma novela dar certo, é necessário que muitos fatores colaborem, sendo o elenco um deles. Mas, os “dinossauros” da emissora tem ganhado cada vez menos espaço, abrindo passagem para uma nova leva de atores mais novos, seja de idade ou de experiência. Eles ainda ocupam um lugar importante da dramaturgia da emissora, claro, mas já não tanto quanto antes.

Camila Queiroz ainda não emplacou como protagonista na Globo
Divulgação/TV Globo
Camila Queiroz ainda não emplacou como protagonista na Globo

“Tempo de Amar”, por exemplo, tem o nome de peso de Tony Ramos, mas os atores protagonistas são desconhecidos do público: Bruno Cabrerizo e Vitória Strada . Tony, que já protagonizou uma série de produções da emissora, agora fica com papel secundário. Mesmo quando foi protagonista na recente “Vade Retro”, o fez ao lado de outra aposta: Monica Iozzi.

Glória Pires também tem papel de destaque em “O Outro Lado do Paraíso”. Uma das protagonistas da novela, ela divide os holofotes com Bianca Bin, Sérgio Guizé e Rafael Cardoso, três atores que, embora já tenham protagonizado tramas na emissora, têm seu primeiro papel principal em uma novela das 21h.

A Força do Querer ”, maior sucesso do horário nobre nos últimos anos, também dosou figuras carimbadas no horário nobre (como Juliana Paes, Paolla Oliveira e Dan Stulbach) com estreantes no horário (como Isis Valverde e Fiuk), mas o foco era fazer um revezamento de personagens e não necessariamente equilibrar veteranos e novatos.

Novidades

Camila Queiroz estourou em “Verdades Secretas” (2015) como a provocante Angel. O sucesso foi imediato e ela logo emendou “Êta Mudo Bom!”, como a inocente Mafalda. Agora, ela vive Luiza e faz par com Mateus Solano em “Pega Pega”. Mesmo criticada pela falta de química entre os dois, a novela tem alcançado bons índices de audiência, batendo diversas vezes os 30 pontos de audiência.

O sucesso não foi o mesmo em “Os Dias Eram Assim”. A supersérie, que teve como autoras as estreantes Ângela Chaves e Alessandra Poggi, apostou em Renato Góes como protagonista. Ao lado de Sophie Charlotte, que já tinha experiência no horário, Renato foi retirado de um papel de coadjuvante em “A Lei do Amor” para protagonizar a novela das 23h. A supersérie sofreu muitas críticas e demorou a emplacar, passando por modificações na história e o horário para ajudar. Renato, ao lado de Gabriel Leone, estreou em “Velho Chico” e também é aposta do canal. Ele, inclusive, estava cotado para “Deus Salve o Rei” e, depois de desavenças com o diretor durante as gravações, desistiu do papel. Ainda assim, ele já está reservado para outra trama, o que mostra que a emissora está disposta a investir nesses nomes, mesmo que a resposta a eles não seja imediata.

Aposta

É importante ressaltar que,  nos últimos anos, a Globo tem investido pesado na renovação de seu casting. Sendo assim, enquanto alguns encontrarão sucesso em seus papeis, outros vão inevitavelmente falhar.  Mas, esses novos nomes estão cada vez mais presentes nas tramas da Globo. Parte disso tem a ver com uma renovação natural, mas a ideia é não ter sempre os mesmos atores nas novelas. Isso cansa o público e acaba deixando muitas novelas com a mesma cara (vide – “A regra do Jogo” – mistura de “Império” e “ Avenida Brasil ”). Mesmo com algumas apostas arriscadas, como é o caso de Góes, mais vale um ator na mão do que, digamos, Caio Castro , que se recusa a assinar contrato, voando.

Leia também: Globo banca novos autores e paralisa fuga de público das novelas das 18h e 19h

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas