Tamanho do texto

Além do apresentador, outras figuras da TV se comoveram com a perda

Na última edição do programa  “Bem Estar”, que foi ao ar na terça-feira (25), o apresentador Fernando Rocha não conteve a emoção ao falar da amizade com o âncora do “MGTV – 1ª edição” Artur Almeida , jornalista da Globo que morreu na noite da última segunda (24).

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter

Leia também: Em "A Força do Querer", surra em Irene leva internet à loucura

No ar, Fernando Rocha ficou comovido com as próprias palavras e lembranças a ponto de ser consolado pela colega Mariana Ferrão, que também apresenta o programa “Bem Estar”. “Hoje a gente tem um programa para falar sobre o sorriso, mas infelizmente a minha alma corre num sentido contrário de sorriso porque logo cedo fiquei sabendo que meu grande amigo Artur Almeida, que os mineiros conhecem tão bem... Apresentador maravilhoso que nos deixou ontem à noite viajando para Portugal", desabafou Fernando.

Ainda no programa, o apresentador declarou seu apoio aos entes queridos do jornalista Artur Almeida . "Mando um abraço para a Sara, mulher dele, e três filhos. Artur é uma pessoa de uma generosidade tão grande... O pai dele foi amigo do meu pai, ele foi amigo do meu filho, eu fui amigo dele...”, disse. Fazendo uma homenagem, Fernando declarou que o programa teria um alvo especial naquele dia. "Hoje ele é uma estrela e gostaria de dedicar o programa a ele. Dedicar paz à família do Artur e para os mineiros. Ele era muito querido lá. E está no céu. Viva, Artur", concluiu.

A morte de Artur Almeida

O jornalista Artur Almeida tinha 57 anos e, de acordo com informações dadas por sua família, sofreu uma parada cardiorrespiratória durante suas férias, que passava em Portugal. O comunicador chegou a ser levado ao hospital, mas já no caminho não conseguiu resistir. Artur era editor-chefe, apresentava o jornal “MGTV 1ª edição” e trabalhou na TV Globo Minas por mais de 20 anos, deixando, agora, mulher e três filhas.

Além de Fernando Rocha , apresentadores como Gabriel Senna, do “Bom Dia Minas”, também lamentaram a perda. “Minas Gerais perde, com certeza, um de seus jornalistas mais importantes. Nós da Globo Minas perdemos um colega, um amigo que deixa uma lacuna profissional imensa e uma enorme saudade", relatou.