Tamanho do texto

Antônio Fagundes, José Mayer e até os irmãos Simas são considerados galãs. Mas, está na hora de aceitar que esses atores não merecem o título

Muitos atores recebem fama de galã de novela e assim permanecem por toda a carreira. Como galãs, eles interpretam mocinhos , são sempre protagonistas, e o que não lhes faltam são mulheres, de todos os gostos e idades. Comumente, seu amor é disputado por mais de uma mulher, e eles são sempre os “ heróis ” da trama. A questão é que alguns desses atores não merecem o status, seja por falta de beleza ou por que não convencem no papel, está na hora de deixa-los de lado para esses papeis.

Leia também: Sempre os mesmos papeis: 10 atores que precisam de redirecionamento na carreira

José Mayer

José Mayer foi afastado de produções futuras da Rede Globo por ter assediado funcionária da emissora
Reprodução/Twitter
José Mayer foi afastado de produções futuras da Rede Globo por ter assediado funcionária da emissora

Zé Mayer sempre teve fama de “pegador” em novelas. Em “Fina Estampa”, mesmo com aquela barba imensa, seu “robalo” fazia sucesso com a elegante Teresa Cristina (Christiane Torloni). De Deborah Secco, no auge dos seus 21 anos em “Laços de Família” a Vera Holtz, com 64 anos em “A Lei do Amor”, as principais atrizes brasileiras já contracenaram ao lado do ator de 66 anos. É comum que suas parceiras de cena sejam bem mais novas, como Taís Araújo, seu par romântico em “Viver a Vida”, 29 anos mais nova que o ator. Mel Lisboa, que contracenou com Mayer em “Presença de Anita”, tem 33 anos a menos. Convenhamos que de galã Mayer não tem nada.

Leia também: Figurinista da Globo dá detalhes de suposto assédio sexual de José Mayer

José Wilker

José Wilke teve uma extensa carreira, mas diversas vezes interpretou o galã
Ana Paula Oliveira Migliari/ TV Brasil- EBC
José Wilke teve uma extensa carreira, mas diversas vezes interpretou o galã

Não há como negar que Wilker foi um grande ator. E, com certeza, teve um período em sua carreira onde ele era um galã, como em “ Roque Santeiro ” ou “Dona Flor e Seus Dois Maridos”. Mas, nos últimos anos de carreira, essa definição deveria ter ficado para trás. Wilker era constantemente chamado de galã mas, apesar de seu imenso talento, esse não era seu ponto forte.

Antônio Fagundes

Antonio Fagundes vive representando galãs, mas essa fase já deveria ter terminado faz tempo
André Giorgi
Antonio Fagundes vive representando galãs, mas essa fase já deveria ter terminado faz tempo

Outro ator que passeia pelas coadjuvantes de idade variadas é Antônio Fagundes, com 67 anos. Em “Amor à Vida”, ele interpretava o médico César, casado com Pilar (Susana Vieira), mas tem Aline (Vanessa Giácomo, 34 anos mais nova) como amante.

Fagundes também é um excelente ator, com papeis memoráveis, mas que não se enquadra no padrão de galãs. De fato em seus últimos papeis ele não faz mais o “ pegador ”, ou o “apaixonado” mas, dificilmente contracena com mulheres da sua idade. Entre a lista de atrizes estão ainda Camila Pitanga , Adriana Esteves e Priscila Fantin.

Fiuk

Fiuk tem nova chance como ator em
Reprodução/Instagram
Fiuk tem nova chance como ator em "A Força do Querer", mas definitivamente não merece o status de "galã"

Quem disse que para ser galã só sendo novo e bonito? Fiuk tem as duas características e, mesmo assim, não serve para o posto. Ele retornou as novelas em “ A Força do Querer ”, mas é um dos pontos mais fracos da trama. Contracenando com Ísis Valverde, ele mostra que é preciso mais do que um rosto bonitinho para conquistar o título.

O carisma, charme (e a boa atuação, claro) são imprescindíveis para fazer um bom galã e Fiuk, infelizmente, não possui esses traços.

Leia também: Dez fatos que mostram que Fiuk é mau ator

Irmãos Simas

Os irmãos Simas podem até ter muitas fãs, mas não dá mesmo para chamá-los de galãs
RAPHAEL MESQUITA / DIVULGAÇÃO
Os irmãos Simas podem até ter muitas fãs, mas não dá mesmo para chamá-los de galãs

Rodrigo Simas e Felipe Simas despontaram na Globo nos últimos anos, e estão no ar atualmente. O primeiro está em “Novo Mundo” e o segundo em “Os Dias Eram Assim”. Apesar de bons papeis, ainda não são considerados grandes protagonistas, apesar de contar com uma legião de fãs. Felipe ainda teve a oportunidade de estrelar “Totalmente Demais”, mas foi engolido por um galã de fato: Fábio Assunção. Eles até que tentam, mas é difícil considerá-los galãs .

Thiago Fragoso

Thiago Fragoso costumava ser considerado galã mas, ainda bem, perdeu o posto
Divulgação/TV Globo
Thiago Fragoso costumava ser considerado galã mas, ainda bem, perdeu o posto

Fragoso despontou em “ O Clone ”, em um papel onde pode explorar sua dramaticidade como o viciado Nando. Depois disso, acumulou bons papeis, incluindo alguns protagonistas, como “O Profeta”. Mas, o “hype” em cima de Thiago Fragoso logo passou. Ele até flertou com a posição de galã, mas o posto foi perdido rapidamente.

Ele continua, porém, desempenhando bons papeis, como o marcante Niko, de “Amor à Vida’, que será lembrado pelo par romântico com Félix (Mateus Solano).

Marcos Palmeira

marcos Palmeira ganhou status de galã com Guma, em
Reprodução
marcos Palmeira ganhou status de galã com Guma, em "porto dos Milagres", mas de galã não tem nada

Os tempos de Guma já acabaram para Marcos Palmeira. Assim como Thiago Fragoso, ele chegou a flertar com o posto de galã, principalmente na época de “Porto dos Milagres”, onde assumiu o papel principal. Nos últimos anos, ele tem brilhado mais em papeis que não entram no estereótipo de galã, como o Sandro de “Cheias de Charme”, o Aderbal de “Babilônia” e o romântico e sensível Toni, no ar em “ Os Dias Eram Assim ”.

Mateus Solano

Mateus Solano como Eric em
Divulgação/TV Globo
Mateus Solano como Eric em "Pega Pega". Ator não faz muito o tipo galã

Solano despontou como os gêmeos  Miguel e Jorge em “Viver a Vida”. Na época, ele foi muito elogiando pelo desempenho, e logo ganhou status de galã. Mas, onde mais se destacou foi justamente em papeis bem diferentes do “tipo galã”. Além de Félix, em “ Amor à Vida ”, ele interpretou o político Mundinho em “Gabriela”.

Agora, ele volta ao papel de mocinho comum aos galãs em “Pega Pega”, como Eric. Porém, apesar de apaixonado, o personagem tem uma personalidade mais dura, focada no dinheiro e sucesso profissional, além de um péssimo relacionamento com a filha.

Alexandre Borges

Pode-se até tentar encaixá-lo na categoria de galã, mas não funciona. Esse não é o lugar de Alexandre Borges
Divulgação/TV Globo
Pode-se até tentar encaixá-lo na categoria de galã, mas não funciona. Esse não é o lugar de Alexandre Borges

Alexandre é bonito e talentoso, isso ninguém duvida. Mas também não faz o tipo galã, o que dificulta seus papeis quando é posto nessa situação. Como Cadinho em “ Avenida Brasil ”, ele se envolve com três mulheres ao mesmo tempo e engana todas elas. Mas, o que deveria ser motivo para torna-lo um galã, acabou virando apenas o alívio cômico da trama, muito por conta das três atrizes, Carolina Ferraz, Camila Morgado e Débora Bloch.

Mesmo em tramas onde tem o papel principal, Alexandre tem mais destaque como antagonista, como foi o caso de “Ti-Ti-Ti”, onde interpretava o estilista Jacques Leclair.

Marcos Pasquim

Marcos Pasquim chegou a ser cogitado como galã na época de
Felipe Souto Maior
Marcos Pasquim chegou a ser cogitado como galã na época de "Kubanacan", mas já perdeu o status

Quem também flerta com o status de galã foi Marcos Pasquim , que protagonizou alguns folhetins como “Kubanacan”, “Pé na Jaca” e “Morde e Assopra”. Seus personagens sempre tem uma mistura de sensualidade e romance, o que acabou reforçando a definição. As novelas, porém, não foram grandes sucessos de audiência, e o ator não se encaixa como galã .

Leia também: Novelas: relembre as dez cenas mais marcantes dos últimos tempos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.