Tamanho do texto

A jovem atriz de 24 anos que tem pontos em comum com Benê, sua personagem, não encara o papel só como mais uma atuação, mas também como uma forma de representar os diversos jovens do Brasil

Daphne Bozaski viverá Benê na nova temporada de
Ricardo Penna
Daphne Bozaski viverá Benê na nova temporada de "Malhação", uma garota encantadora mas que tem dificuldades para socializar e sofre com isso

Apostando em empoderamento feminino e diversidade, Cao Hamburguer escreveu a nova temporada de “ Malhação ” e quis colocar os holofotes em cima da história de cinco jovens mulheres que se conhecem por terem seus caminhos cruzados pelo acaso. Contando um pouco como é fazer parte desse time feminino de protagonistas, a atriz Daphne Bozaski bateu um papo com o iG Gente e abriu o jogo sobre como tem sido gravar um programa que as gerações não param de acompanhar e também sobre os esforços, impressões e aprendizados com a vida dada por ela à menina Benedita, chamada de “Benê” na nova trama.

De acordo com Daphne Bozaski , estar em um programa de entretenimento como “ Malhação vai além dos limites de estrelato, fama e benefícios para a carreira. Segundo a atriz, a carga de responsabilidade é grande quando se é um jovem que fala com outros jovens, ainda mais quando a visibilidade que a televisão dá também participa dessa comunicação. Para Daphne, além dessa noção, é preciso internalizar também que um papel numa novela da Globo , emissora de transmissão aberta (o que implica num amplo âmbito de alcance nacional), acarreta não só a missão de entreter,  mas também de representar. “É uma grande responsabilidade, pois estou representando milhares de jovens que são incompreendidos por serem diferentes”, conta. “Temos um presente e uma responsabilidade enorme em falar sobre esse tema e muitos outros em uma TV aberta, ainda mais com um texto incrível do Cao Hamburguer”, termina.

Leia também: "A Força do Querer": noivado de Jeiza e Zeca chega ao fim

Daphne ainda pontuou na conversa com o iG Gente que fazer parte do elenco que está dando corpo e vida aos personagens da nova temporada de “ Malhação ”, ainda que seja uma oportunidade e tanto no que diz respeito a abertura de portas futuras, por enquanto, para ela, significa um trabalho que exige seu máximo como atriz, mas que não a faz pensar lá na frente ainda. “Estamos só no começo das gravações e quero me dedicar a esse trabalho ao máximo. Ainda não estou pensando no depois”, declara.

Benedita x Daphne

Atuar implica em viver a vida de outra pessoa, que não necessariamente é parecida com a do ator ou atriz e isso configura uma tarefa que não é nada fácil. No caso de Daphne dando vida à Benê, a situação se equilibra bem: a atriz, mesmo considerando que existem pontos em comum entre a própria personalidade e a personagem, ainda assim consegue retirar aprendizados olhando para a individualidade da jovem menina que interpreta. De acordo com Daphne, olhar para dentro de si mesma auxiliou no processo de construção do papel. “No processo de construção da personagem busquei olhar para dentro de mim e ver o que tenho em comum com ela. Quais sentimentos e vivências da Daphne poderia emprestar para a Benê. Acho que tenho semelhanças, porém em níveis menores”, relata. “Foco no que eu quero assim como a Benê, determinada. Porém ela vai ao extremo, faz da sua escolha uma obsessão”, explicou diferenciando suas próprias características em relação às da personagem.

Daphne Bozaski, a
Ricardo Penna
Daphne Bozaski, a "Benê" da nova temporada de "Malhação"

A jovem Benedita ou “Benê” na nova novela “ Malhação ” é uma menina diferente, que sofre por isso, mas que também guarda consigo uma forma distinta de cativar as pessoas. No entanto, a personagem possui a característica de ser excessivamente sincera, além de omissa quando o assunto é expressar as próprias emoções.

Nesses momentos, a sinceridade se reprime e se transforma numa barreira que evita qualquer revelação. Mas, contrariando esse clima mais retraído, Daphne adiantou para o iG Gente que o público pode esperar uma abertura maior de Benê enquanto a trama for evoluindo. E que dois importantes aliados a ajudarão na descoberta desse lado que quer falar e ser ouvido: um professor de música e a própria música. “Através da música e do seu professor Guto (Bruno Gadiol), a Benê começará a entender mais sobre seus sentimentos. Por ser uma menina com dificuldade de socializar, a música vai ajudá-la entender o mundo ao seu redor e a si própria”, revela.

Trajetória

Daphne Bozaski , de 25 anos, pode estar numa fase boa da carreira já que tem em mãos um dos papeis principais da nova temporada da novela “ Malhação ”, mas até chegar nessa conquista existiu um caminho que a guiou. Sua mãe, também atriz, apresentou uma rotina a Daphne que a encantou enquanto ela, ainda criança, a acompanhava em seus trabalhos. “Com certeza minha mãe foi a maior influência, pois além de admirá-la como atriz, comecei fazendo aulas de teatro com ela. Chegava em casa e brincava de encenar as peças que via”, conta.  

Daphne Bozaski, a
Ricardo Penna
Daphne Bozaski, a "Benê" da nova temporada de "Malhação"

No entanto, segundo a jovem intérprete de Benê, sua primeira oportunidade profissional surgiu com um teste para um espetáculo em Curitiba em 2004, data que marcou o começo da carreira de Daphne, que não tinha interesse apenas na atuação, mas também em outras áreas da arte. “A partir desde momento, conciliava as aulas de ballet clássico e o teatro. Segui fazendo diversas peças em Curitiba até que em 2011 decidi me mudar para São Paulo para batalhar pela carreira e estudar”, diz.

Leia também: Emily vira piada depois de tentar (e muito) chamar atenção de Justin Bieber

Depois de chegar em São Paulo, Daphne Bozaski trabalhou com o diretor de cinema Antunes Filho , fez parte do Núcleo de Atores do Sesi-SP e continuou fazendo peças de teatro. Até chegar o primeiro trabalho para televisão onde protagonizei a série "Que Monstro te mordeu?", criada e dirigida por Cao Hamburguer. Logo após, outros trabalhos na TV surgiram como oportunidade para Daphne até que a chance de integrar o elenco da nova “Malhação” apareceu, bem como a de ir além dos limites da telinha com o próprio trabalho. “Como já conheço o trabalho do Cao e o admiro muito, sabia que seria um trabalho de qualidade, pois além do entretenimento, teria alguma mensagem a passar”, revela a atriz.

    Leia tudo sobre: