Tamanho do texto

Assim como Anitta e Thiaguinho, Luan Santana é o próximo cantor a ter um programa para chamar de seu no canal; veja que dia da semana irá ao ar

Depois de Thiaguinho e Anitta, mais um cantor vai comandar um programa no Multishow. Luan Santana estará no canal todas as quartas-feiras, ao vivo, para apresentar a atração, que terá 13 edições e ainda não possui nome definido.

Leia mais:  Tudo sobre Luan Santana

Luan Santana terá programa semanal no Multishow
Reprodução/Instagram
Luan Santana terá programa semanal no Multishow


A proposta inicialmente é parecida com a do "Música Boa ao Vivo", que está nas mãos de Anitta desde o ano passado e continuará em 2017: Luan Santana vai receber atrações musicais ao vivo para se apresentarem ao seu lado, no Rio de Janeiro. Segundo o Multishow, a previsão de estreia é junho. 

Leia mais:  Luan Santana namora a mesma pessoa pela terceira vez

Namoro

O cantor foi notícia nos últimos dias do ano por  reatar o romance com Jade Magalhães , com quem já namorou outras duas vezes - entre outubro de 2012 e novembro de 2013 e meados de 2015 a maio do ano passado. A assessoria dele confirmou que os dois estão juntos, após terem sido flagrados no show da dupla Maiara e Maraísa em Balneário Camboriú (SC), no último dia 28.

Leia mais: Luan Santana acumula 9 troféus "Melhores do Ano", do "Domingão do Faustão"

DVD

Luan aproveitou os meses de solteirice para se dedicar ao DVD "1977", gravado em Paulínia, no interior de São Paulo, em agosto. No projeto, ele canta com Ana Carolina, Anitta, Ivete Sangalo, Marília Mendonça e Sandy , além da atriz Camila Queiroz - que ganhou até beijo do cantor . O álbum tem 11 canções e é uma homenagem às mulheres e à conquista de seus direitos - o título faz referência ao ano em que foi criado o Dia Internacional da Mulher.

DVD de Luan Santana foi gravado em agosto
Divulgação
DVD de Luan Santana foi gravado em agosto

O local escolhido para a gravação remete a um ambiente industrial, para fazer referência à luta das operárias pela igualdade de gêneros. "Este é um tributo ao sexo nada frágil, por meio de algumas das vozes mais aclamadas do país. Saímos do registro do espetáculo e dos grandes públicos, revelando a minha intimidade na hora decriar as canções e dividi-las com artistas tão distintas", explicou Luan Santana, na ocasião em que ocorreram as gravações. A obra já foi lançada nos cinemas  e exibida no Natal , também no Multishow.

    Leia tudo sobre: Luan Santana