Tamanho do texto

Com crescimento expressivo em todas as frentes, canal Sexy Hot comemora alcance com números positivos no ano e promete repetir a dose em 2018

Nessa sexta-feira (22) o canal Sexy Hot divulgou resultado positivos de seus canais digitais durante o ano de 2017 e reafirmou que, pelo menos no Brasil, a indústria da pornografia passa longe da palavra "crise". Com crescimento em todas as frentes, a produtora registrou aumentos de até mais de 100% em redes sociais como Youtube e Instagram. 

Leia também: Oscar do pornô brasileiro, Prêmio Sexy Hot tem multicampeã e discursos engajados

Canal Sexy Hot divulga seus resultados anuais e comemora crescimento de audiência e prova que não há crise no pornô
Divulgação
Canal Sexy Hot divulga seus resultados anuais e comemora crescimento de audiência e prova que não há crise no pornô


Crescimento do entretenimento adulto

Presente hoje em todos os canais de comunicação, a Sexy Hot passou a investir na produção de material para redes sociais. Com a estreia de programas inéditos no seu canal do Youtube com entrevistas com estrelas do pornô nacional e dicas de uma sexóloga que tira dúvidas sobre sexo, o aumento de audiência na rede foi de 101%. Já no Instagram o canal cresceu 159% com relação aos resultados do último ano. 

Leia também: Atriz pornô, Fernandinha Fernandez fala sobre escolha: "sempre fui muito sexual"

No Sexy Hot Play, plataforma de streaming do canal, foram registrados mais de 5 milhões de pageviews e as categorias mais buscadas pelos usuários foram "rapidinhas", "amador", "anal", "Prêmio Sexy Hot" e "orgias". O site de conteúdo pago teve mais do que o dobro de acessos e fechou o balanço anual com 11 milhões de visualizações. A forma preferida dos usuários de assistir material adulto foi através de dispositivos mobile, com os smartphones disparados na frente, contabilizando 63% do total de consumo que registraram.

Elisa Sanches, a protagonista de
Divulgação
Elisa Sanches, a protagonista de "Mulher no Volante", primeira série do Sexy Hot, lançada em 2017

Leia também: 10 provas de que o Prêmio Sexy Hot é o Oscar brasileiro

A cobertura e a repercussão do Prêmio Sexy Hot , o Oscar do pornô brasileiro, também demonstra crescimento no setor do entretenimento adulto: com apresentação feita pelo cantor Léo Jaime, foram registrado mais de 160 mil votos, recorde da premiação. Com transmissão ao vivo a cerimônia passou das 6 mil visualizações - e no Youtube o vídeo com a premiação completa ultrapassa os 48 mil acessos. A inauguração de uma selo próprio de produções que lançou a primeira série pornográfica do Brasil e três coroou 2017 como o ano do sexo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.