Tamanho do texto

O tema é delicado, dolorido, mas necessário – e a teledramaturgia já pautou e levantou mais de uma vez a questão para levá-la aos olhos do público

Por mais que o debate sobre estupro e abuso sexual tenha ganhado proporções maiores conforme o tempo foi avançando, essas questões existem não é de hoje e sempre foram vistas como tabus, evitadas em discussões e conversas. No entanto, alguns escritores e escritoras da teledramaturgia brasileira usaram suas obras para pautar a polêmica e convidar o público para um debate mais do que necessário. Confira, nessa lista feita pelo iG, títulos que falaram de estupro e abuso sexual.

Leia também: As cenas de sexo na TV nos lugares mais inusitados possíveis

“Coração Alado” (1980)

Tarcísio Meira e Vera Fischer em
Reprodução/Twitter
Tarcísio Meira e Vera Fischer em "Coração Alado", de 1980


A novela, de direção de Roberto Talma e Paulo Ubiratan, foi a primeira a apresentar cenas de estupro . A vítima, na trama, era a personagem Vivian, vivida pela atriz Vera Fischer. Causou escândalo na época de exibição por também ter falado sobre masturbação.

“Lado a Lado” (2012)

Em
Rede Globo
Em "Lado a lado", Laura (Marjorie Estiano) é assediada e vítima de uma tentativa de estupro por parte do senador Laranjeiras (Dudu Sandroni)


Sob direção de Cristiano Marques e André Câmara, “Lado a lado” tratou da amizade de Laura (Marjorie Estiano) e Isabel (Camila Pitanga) e retratou abuso sexual e machismo. O personagem Laranjeiras (Dudu Sandroni), senador, contrata Laura como secretária com segundas intenções, tenta estupra-la e a julga mal por ser divorciada.

“Em família” (2014)

Jessica Barbosa viveu Neidinha, personagem que foi vítima de estupro na novela
Rede Globo
Jessica Barbosa viveu Neidinha, personagem que foi vítima de estupro na novela "Em Família"


Manoel Carlos escreveu uma das novelas que denunciou uma situação de abuso. Neidinha (Jessica Barbosa), ao esperar sozinha o transporte para ir para casa num ponto de ônibus, foi abordada e enganada por um conjunto de bandidos que a violentaram coletivamente.

“Império” (2014)

Cristina foi interpretada por Leandra Leal em
Reprodução
Cristina foi interpretada por Leandra Leal em "Império", da Globo


Nessa obra de Aguinaldo Silva, Cristina (Leandra Leal), ao atravessar uma rua enquanto volta à noite para casa, é abordada por um carro. Dois rapazes, então, descem do veículo e começam a insinuar coisas para a moça, e já partem para a tentativa de estupro. Cristina é salva por Vicente (Rafael Cardoso) na trama.

“Verdades Secretas" (2015)

Grazi Massafera foi indicada ao Emmy Internacional por seu papel em
Reprodução/Globo
Grazi Massafera foi indicada ao Emmy Internacional por seu papel em "Verdades Secretas"


A cena em que Grazi Massafera é vítima de um estupro coletivo na Cracolândia é uma das mais icônicas da carreira da atriz – e das mais pesadas e realistas também.  Walcyr Carrasco, em “Verdades Secretas”, conseguiu unir temas polêmicos como prostituição, drogas e estupro e levá-los ao debate.

“Ligações Perigosas” (2016)

Alice Wegmann viveu Cecília na minissérie
Rede Globo
Alice Wegmann viveu Cecília na minissérie "Ligações Perigosas"


Manuela Dias ao escrever “Ligações Perigosas” recebeu algumas críticas por ter sido acusada de “romantizar” em sua obra uma cena de estupro protagonizada por Augusto (Selton Mello), e Cecília (Alice Wegmann), uma jovem que perde a virgindade à força a partir do abuso sexual do personagem vivido pelo ator Selton Mello.

“A Lei do Amor” (2016)

Tião (José Mayer) sendo abusivo com Jéssica (Marcella Rica) em
Reprodução/Youtube
Tião (José Mayer) sendo abusivo com Jéssica (Marcella Rica) em "A Lei do Amor"


Em “A Lei do Amor”, de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari, Tião (José Mayer) abusa da força e tira proveito do medo que Jéssica (Marcella Rica) tem de combatê-lo para estuprar a jovem, além de agredi-la fisicamente.

Leia também: Relembre casais da vida real que protagonizaram cenas de sexo na TV

“Justiça” (2016)

A personagem Débora foi vivida pela atriz Luisa Arraes em
Globo / Estevam Avellar
A personagem Débora foi vivida pela atriz Luisa Arraes em "Justiça", da Globo


Após ter ido ao ar a cena de estupro pelo qual passa a vítima Débora, personagem interpretada pela atriz Luísa Arraes, as redes sociais ferveram em comentários falando sobre a obra de Manuela Dias.

“Liberdade, Liberdade” (2016)

Rede Globo
"Liberdade, Liberdade" foi exibida em 2016 e explorou o olhar sobre um homem em situação abusiva


Indo na contramão do usual, “Liberdade, Liberdade” também falou sobre abuso sexual, mas com um diferencial: a vítima da trama de Mário Teixeira é um homem, Saviano (David Junior), escravo feito de objeto sexual por sua senhora Dionísia (Maitê Proença).

Leia também: 15 cenas de sexo que fizeram a temperatura subir na TV

 “Dois Irmãos” (2017)

Domingas foi outra personagem da dramaturgia que foi vítima de estupro e ajudou a pautar a questão para o público
Rede Globo
Domingas foi outra personagem da dramaturgia que foi vítima de estupro e ajudou a pautar a questão para o público


Colocando emoções pessoais na performance de Domingas, a atriz Zahy Guajajara enfrentou o desafio de interpretar a personagem que foi vítima de estupro na minissérie “Dois Irmãos” por já ter passado pela situação na vida real. Segundo a atriz, a cena está entre os trabalhos mais difíceis que já teve que fazer em sua vida.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.