4 filmes para entender a luta LGBTQIA
Vitoria Rondon
4 filmes para entender a luta LGBTQIA

Confira produções que relembram a importância do movimento por liberdade de existir e amar

Relembrar a luta da comunidade LGBTQIA+ é importante, visto que isto traz consciência sobre as batalhas por respeito ao redor do mundo e promove informação. Considerado um marco na história, 17 de maio celebra o histórico dia em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) excluiu a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID).

Por isso, a data representa um símbolo do combate à LGBTfobia mundialmente. Como a cultura também é um marco nas representações históricas e manifestações contra o preconceito, existem diversas produções cinematográficas que retratam a luta pela igualdade e o direito de existir e amar. Veja a seguir 4 filmes para você entender a luta da comunidade LGBTQIA+. 

> 5 filmes que estreiam no cinema em maio

1. Stonewall – Onde O Orgulho Começou

Dirigido por Roland Emmerich, o filme ‘Stonewall – Onde O Orgulho Começou’ retrata a história do jovem Danny Winter (Jeremy Irvine) que, após ser expulso de casa pelo pai por ser gay (em 1960), se muda do interior para Nova York. Na cidade grande, ele é acolhido por um grupo LGBT e descobre novas ideias políticas e as dificuldades da vida adulta, como a violência e a repressão policial.

O filme retrata a manifestação de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros na conhecida revolta de Stonewall contra a polícia de Nova York, que resultou no surgimento da Parada Gay, festival que se espalhou ao redor do mundo.

> 6 filmes para ensinar crianças e adolescentes sobre mudanças climáticas

2. Rafiki

Filmes LGBTQIA+
Rafiki (Imagem: Divulgação)

Com roteiro de Wanuri Kahiu e Jenna Bass, ‘Rafiki’ conta a história de Kena (Samantha Mugatsia) e Ziki (Sheila Munyiva), duas jovens quenianas que são grandes amigas. As famílias delas são rivais políticas, mas as garotas se apoiam na busca por seus sonhos. 

Porém, a relação de amizade se transforma em um romance em plena sociedade conservadora, extremamente homofóbica e violenta. Elas decidem viver essa paixão às escondidas, desafiando a sociedade queniana.

3. Súplicas Atendidas: Os Arquivos de Capote

Filmes LGBTQIA+
Súplicas Atendidas: Os Arquivos de Capote (Imagem: Divulgação)

No ano de 1975, o livro ‘Súplicas Atendidas’, um retrato da alta sociedade de Nova York, do escritor e jornalista Truman Capote, era uma promessa para a sua carreira. Porém, o livro nunca foi finalizado e acabou culminando em seu declínio.

Assim, com material de arquivo inédito, gravações, áudios e entrevistas com amigos e conhecidos de Capote, o documentário ‘Súplicas Atendidas: Os Arquivos de Capote’, dirigido por Ebs Burnough, explora o sucesso e a queda do escritor. 

> Lua de mel com a minha mãe: confira a crítica do filme que está entre os mais assistidos da Netflix

4. Moonlight: Sob a Luz do Luar 

Filmes LGBTQIA+
Moonlight: Sob a Luz do Luar (Imagem: Divulgação)

Vencedor do Oscar de melhor filme em 2017, ‘Moonlight: Sob a Luz do Luar’, de Tarell Alvin McCraney, conta a história de Chiron (Trevante Rhodes), um jovem negro e morador de uma comunidade pobre de Miami. 

Durante a trajetória de autoconhecimento de Chiron, assistimos sua jornada de superação do bullying na infância , a crise de identidade na adolescência, enquanto descobre a sua sexualidade, e a luta para escapar da criminalidade e do mundo das drogas na vida adulta.

Aprenda técnicas de meditação para ajudar a lidar com a ansiedade

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários