Lexa e MC Guimê
Instagram/Reprodução
Lexa e MC Guimê


Lexa se pronunciou sobre a briga de funcionárias na casa dela. Nesta quinta-feira (13), uma ex-empregada contou que foi agredida por uma cozinheira da cantora e de MC Guimê e que ficou toda machucada, além de dizer que não recebeu apoio do casal. 


Segundo informações da jornalista Fabíola Reipert, a briga foi motivada após a diarista reclamar que a cozinheira soltou os cachorros do casal após ela ter feito a limpeza da casa. A ex-empregada declarou que foi demitida por justa causa, sem direitos reservados. 

Em nota, a cantora Lexa esclareceu que a funcionária foi demitida, mas todos os direitos trabalhistas foram pagos. "Toda documentação foi devidamente assinada e registrada digitalmente. Todos os pagamentos previstos pela lei foram efetuados e não há quaisquer pendências financeira trabalhistas em aberto", diz a nota. 

Na nota, ela também explica como testemunhou a briga. Segundo Lexa, ela foi acordada com socos na porta do quarto. "Ela correu para abrir a porta e se deparou com suas funcionárias se agredindo. Ela pediu que parassem de se agredir e ao socorrer ambas, uma delas pediu para ser demitida, partindo assim da própria, após Lexa impor respeito em seu domicílio", diz a nota. 

Leia Também

Na nota, a assessoria diz que para Lexa, o respeito é essencial nas relações profissionais. "Acima de tudo, mulheres devem sempre sentarem e dialogarem e independentemente da situação e não se agredirem. Ambas brigaram dentre de sua casa e isso é inadmissível, respeito é fundamental", conclui a nota. Leia o comunicado completo:

"Através da sua assessoria de imprensa, a cantora Lexa vem se pronunciar sobre a briga de suas funcionárias dentro de sua residência.

Ela esclarece que foi acordada com socos na porta do seu quarto e correu para abrir a porta e se deparou com suas funcionárias se agredindo pediu que parassem de se agredir e ao socorrer ambas, uma delas pediu para ser demitida, partindo assim da própria, após Lexa impor respeito em seu domicílio.

Além disso, aproveita a oportunidade para informar que toda documentação foi devidamente assinada e registrada digitalmente. Todos os pagamentos previstos pela lei foram efetuados e não há quaisquer pendências financeira trabalhistas em aberto.

E segue defendendo os direitos de todo cidadão de bem que trabalha em ter sua carteira registrada e seus direitos respeitados, mas cima de tudo que mulheres devem sempre sentarem e dialogarem e qualquer que seja a situação e não se agredirem.

Ambas brigaram dentre de sua casa e isso é inadmissível, respeito é fundamental". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários