Maurício Mattar
Divulgação
Maurício Mattar


Maurício Mattar ainda sofre as consequências de um atropelamento que causou em 1999. Na ocasião, o então motoboy Rodrigo Mattos foi não só atropelado, mas também teria sido agredido por Mattar, segundo testemunhas da época.

Aldo Assis, advogado que representa a vítima, vai pedir o confisco do passaporte, da carteira de habilitação (CNH) e de eventuais cartões de crédito que o ator esteja usando. Essa é provavelmente a última tentativa do advogado para tentar forçar Mattar indenizar seu cliente.

Segundo o colunista Ricardo Feltrin, Maurício Mattar chegou a ter bens penhorados e, no ano passado, foi condenado a pagar uma indenização que já estava em cerca de R$ 65 mil. No entanto, nunca nada disso foi cumprido. No mês passado, a vítima disse que estava cansada de esperar o cumprimento da sentença.

    Veja Também

      Mostrar mais