Tamanho do texto

Filho de Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica, fez denúncia de comentário homofóbico em seu Instagram, sem revelar o nome do seguidor

Mauro Sousa, filho de Mauricio de Sousa, usou as redes sociais para denunciar um comentário homofóbico que recebeu em um post no Facebook. No Instagram, o diretor de espetáculos, parques e eventos da Mauricio de Sousa Produções publicou sua resposta às palavras do seguidor.

Leia também: Maurício de Sousa posa com filho e namorado: "Meu genro"

Maurício de Sousa com o filho e o genro
Reprodução/Instagram
Maurício de Sousa com o filho e o genro


“Em uma reportagem recente, eu comentei, sim, que havia planos de um personagem gay na ‘Turma da Mônica’ e, por conta disso, o infrator fez o comentário homofóbico acima. A diferença entre ontem e hoje é que ontem ele era apenas mais um hater. Mas hoje, ele é um criminoso e pode ir para a cadeia. Não, eu não vou ficar calado. Não, eu não quero mais aceitar que me chamem de ‘viadinho’. Só quem pode me chamar assim sou eu mesmo. E sim, a LGBTfobia agora, é crime. Beijos coloridos”, escreveu o herdeiro de Mauricio de Sousa.

Leia também: Maurício de Sousa e Fundação Dorina Nowill para cegos lançam livro inclusivo
O comentário do seguidor foi bastante ofensivo. “Tenho 56 anos, fui fã da revistinha da ‘Turma da Mônica’. Infelizmente, hoje Mauricio, sem forças pra decidir sua vida, vai deixar um ‘viadinho’ desfazer seu sucesso de décadas”, escreveu o anônimo.

Comentário feito por seguidor de Mauro Sousa
Reprodução/Instagram
Comentário feito por seguidor de Mauro Sousa


Leia também: Filme 'Turma da Mônica: Laços' ganha mais um trailer

Recentemente, o próprio Mauricio de Sousa publicou a foto ao lado do filho, Mauro Sousa, e do genro, Rafal Piccin. “Em casa, com o filho Mauro, que inspirou o personagem Nimbus, e o companheiro dele, meu genro, Rafael”, publicou o cartunista.