Depois do escândalo envolvendo compra de vagas em universidades renomadas dos Estados Unidos, Lori Loughlin, de “Três é Demais”, e o marido, Mossimo Giannulli foram acusados de lavagem de dinheiro. Segundo o site Deadline , os dois foram indiciados nesta terça-feira (09).

Lori Loughlin usa vestido vermelho e cabelos soltos, e está sorrindo
Divulgação
Lori Loughlin é conhecida por "Três é Demais"


O casal, que já estava respondendo por conspiração para praticar fraudes por correspondência, pode pegar até vinte anos de prisão, se forem considerados culpados. Além disso, Lori Loughlin e o estilista ainda podem pagar uma multa de cerca de 500 mil dólares ou o dobro do valor lavado.

Vale lembrar que, recentemente, os dois pagaram essa quantia para que Olivia Jade e Isabella Rose, suas duas filhas, entrassem na University of Southern California na equipe de remo, como atletas. No entanto, as duas não participavam efetivamente do time.

Além de Lori Loughlin e Mossimo Giannulli , a atriz Felicity Huffman, de “Desperate Housewives”, também se envolveu no escândalo , sendo acusada de pagar 15 mil dólares para que a nota de sua filha mais velha, Sophia, aumentasse no SAT, uma das provas usadas para admissão nas universidades americanas.

    Veja Também

      Mostrar mais