A atriz norteamericana Felicity Huffman, conhecida principalmente por papéis em "Desperate housewives" e "Transamérica", juntamente com a atriz Lori Loughlin ("Três é Demais"), foi acusada de subornar  grandes universidades dos Estados Unidos para garantir vaga para seus filhos.  Huffman foi presa em sua casa sem incidentes, encaminhada a custódia federal. Loughlin conta com um mandato de prisão, mas não estava em Los Angeles nesta manhã de terça (12), quando os agentes federais apareceram em sua casa.

undefined
Reprodução/Instagram
Atrizes norteamericanas Felicity Huffman e Lori Loughlin são acusadas por comprar vagas de grandes universidades

Leia também: 13 famosos condenados à prisão por não pagar pensão alimentícia

De acordo com o  TMZ , a polícia federal informou que a maioria dos pais indiciados pagou entre US$ 200 mil e US$ 400 mil. Alguns pagamentos chegaram a US$ 6,5 milhões. Ao todo, as autoridades disseram que os investigadores descobriram cerca de US$ 25 milhões em propinas.  Felicity Huffman e seu marido, o ator William H. Macy ("Fargo"), teriam pago US$ 15 mil para que a filha mais velha conquistasse vaga em uma das grandes universidades do país.

A acusação diz que a filha do casal recebeu o dobro do tempo para fazer o vestibular, e a supervisora ​​paga concordou em corrigir secretamente suas respostas depois disso. A acusação diz ainda que a garota chegou a  receber uma pontuação de 1420 na avaliação.

Leia também: Relembre os famosos presos por violência doméstica

Enquanto isso,  Lori Loughlin e seu marido Mossimo Giannulli, foram acusados de pagar US$ 500 mil para a Universidade do Sul da Califórnia (USC) em troca das duas filhas serem aprovadas na universidade.

undefined
Reprodução/Instagram
Lori Loughlin e seu marido foram acusados de comprar vagas universitárias para suas filhas

As instituições envolvidas com a compra de vagas incluem a USC, em Los Angeles, Yale, em New Haven, e a Stanford, em Palo Alto.

A acusação federal de Boston aponta, no entanto, que os estudantes cujos pais foram acusados pela fraude alegaram não ter conhecimento diante das irregularidades.

undefined
Reprodução/Instagram
Felicity Huffman e seu marido, William Macy

Leia também: Dado Dolabella, genro de Silvio Santos e os famosos presos por calote na pensão

As descobertas vieram à tona por causa de um empresário da Califórnia que ajudava alunos a integrar universidades locais. O FBI teria inclusive gravado telefonemas com conversas de Felicity Huffman e Lori com uma testemunha que estava cooperando com as autoridades.

    Veja Também

      Mostrar mais