Tamanho do texto

De acordo com os advogados do ex-produtor Harvey Weinstein, a atriz Ashley Judd permitiu ser tocada em troca de favores profissionais

Os advogados do ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein declararam que a atriz Ashley Judd foi complacente com os toques do produtor em troca de favores profissionais.

Leia também: Hollywood também é culpada pelos assédios cometidos por Harvey Weinstein

O ex-produtor Harvey Weinstein foi acusado por quase 100 mulheres por assédio sexual no ambiente de trabalho
Divulgação
O ex-produtor Harvey Weinstein foi acusado por quase 100 mulheres por assédio sexual no ambiente de trabalho

Harvey Weinstein , por muito tempo, foi o mais poderoso produtor da indústria cinematográfica hollywoodiana. Em 25 de maio, ele se entregou à polícia americana por causa de agressões sexuais e foi indiciado a pegar até 25 anos de prisão. Com seus 66 anos, Harvey foi acusado por quase 100 mulheres por casos de assédio e abuso sexual no ambiente profissional. Entre os nomes, Angelina Jolie , Gwyneth Paltrow e Ashley Judd já falaram sobre os abusos sofridos.

Leia também: Segundo publicação, Harvey Weinstein assumiu oferecer papéis em troca de sexo

Ashley Judd acusou Harvey Weinstein de ter arruinado sua carreira
Divulgação
Ashley Judd acusou Harvey Weinstein de ter arruinado sua carreira

No caso de Ashley Judd (“Divergente”, “O Fada do Dente”), a atriz realizou uma ação contra o produtor no fim de abril de 2018. A queixa diz respeito a declarações maliciosas sobre o seu profissionalismo.

Segundo ela, o produtor arruinou sua carreira por ela ter resistido aos seus avanços sexuais. Weinstein teria inclusive mexido os pauzinhos para tirá-la da trilogia "Senhor dos Anéis", convencendo Peter Jackson.

Ashley Judd permitia sexo, segundo os advogados

Os advogados de Harvey, no entanto, têm a intenção de descartar tal queixa. Para isso, declararam que a atriz teria aceitado fazer sexo com o produtor, se ele lhe conseguisse um Oscar. De acordo com eles, essa troca de favores ocorreu num momento em que ambos se encontravam sozinhos num quarto de hotel.

Weinstein alegou estar sendo difamado e também afirmou ter uma espécie de acordo sexual com a atriz, em que ela deveria fazer sexo com ele e, em troca, o produtor alavancaria sua carreira em Hollywood. O acordo teria sido feito nessa ocasião do hotel. 

Leia também: Denúncias de assédio sexual em Hollywood que já foram esquecidas

A defesa de Harvey Weinstein afirmou que Ashley admitiu ter feito o acordo, mas a atriz se justificou dizendo que era o único jeito de escapar de algum ataque do produtor no quarto em que se via sozinha diante dele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas