Tamanho do texto

Amber Heard está causando polêmica na rede social desde que tuitou sobre a verificação de Imigração e Alfândega em Hollywood; saiba mais

A atriz Amber Heard está causando rebuliço na rede social, isso porque na última terça-feira (03) ela usou o Twitter e foi criticada por publicação com teor racista .

Leia também: Amber Heard critica J.K. Rowling depois que autora defendeu Johnny Depp

Amber Heard é criticada por publicação racista
Reprodução/ Instagram
Amber Heard é criticada por publicação racista

"Acabei de ouvir que há um ponto de verificação de Imigração e Alfândega em Hollywood, há alguns blocos de onde eu moro. É melhor que todos deem uma carona para casa hoje à noite aos seus empregados, babás e jardineiros”, escreveu Amber Heard na plataforma digital.

Leia também: Fotos inéditas mostram Amber Heard com hematomas após suposta agressão de Depp

Em poucos minutos o post recebeu uma enxurrada de críticas e a atriz, que será Mera no filme “Aquaman”, voltou a falar sobre o assunto: "Pontos de verificação na rua de suas casas... Essa é a 'excelente América' que estamos procurando? Incursões, cercas e postos policiais como postos de controle não parecem a 'terra dos livres' que nossos ancestrais imigrantes construíram”, escreveu após a polêmica.

Acusada de racismo, Amber Heard não se desculpa

Atriz Amber Heard participou de protesto do lado de fora de uma instalação de detenção de crianças
Reprodução/ Instagram
Atriz Amber Heard participou de protesto do lado de fora de uma instalação de detenção de crianças

O conteúdo da publicação foi considerado racista, logo, a atriz apagou o tuíte. Sem se desculpar pela postagem, ela tentou se explicar pela mesma rede social em que causou polêmica.

“Com essa crise de direitos humanos sendo tão politizada, é difícil fazer uma simples declaração sem ser usada como distração para os reais problemas. É difícil para qualquer um não ser afetado de forma negativa por esse assunto de alguma forma.", escreveu Amber.

No entanto, mesmo com a explicação ela continuou sendo criticada. Um seguidor, por exemplo, fez questão de responder a famosa: “Essas bocas de Hollywood precisam colocar seu dinheiro onde sua boca está. Muita fala e pouca ação!”.

Outro internauta sugeriu a construção de um muro, e foi respondido pela famosa: "Na verdade a maioria das pessoas que estão aqui ilegalmente vem de avião e permanecem mais tempo que seus vistos, não através da caminhada, arriscando suas vidas em alguns dos terrenos mais inóspitos do mundo, que a muralha pretende bloquear”, disse ela.

Vale ressaltar que no final de junho, a atriz se juntou a outras personalidades como Connie Britton, Lena Dunham, Joshua Jackson, Sia, Bella Thorne e Constance Wu em um protesto do lado de fora de uma instalação de detenção de crianças, próximo ao Texas, EUA.

Leia também: TV Americana suspende apresentadores após gesto de racismo

Durante o protesto, Amber Heard segurou um cartaz com o seguinte dizer: “O apartheid foi legal. O Holocausto foi legal. Legalidade é uma questão de poder, não de justiça".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.