Tamanho do texto

Caso teria acontecido em 2002, mas reportado somente na última semana

As denúncias no universo de Hollywood não param. Agora, Jamie Foxx está sendo acusado de assédio sexual e agressão por uma mulher, de acordo com o site TMZ. O caso teria acontecido em 2002 em Las Vegas, nos Estados Unidos, quando o ator teria batido na mulher com o seu pênis.

Jamie Foxx é acusado de agredir mulher com próprio pênis
Reprodução
Jamie Foxx é acusado de agredir mulher com próprio pênis

Leia também: Morgan Freeman se pronuncia sobre acusações de assédio: “peço desculpas”

Segundo a publicação, na acusação, a mulher relatou à polícia na semana passada que ela e uma amiga estavam em uma festa na casa de Jamie Foxx quando ele tentou fazer sexo oral nela. Após ter recusado, Foxx teria batido no rosto dela com o seu órgão genital.

Leia também: Chega de Fiu Fiu vira documentário e oferece melhor entendimento sobre assédio

Na ocasião, ela também teria sido expulsa da casa por um amigo do ator e acabou indo parar no hospital no dia seguinte para buscar tratamento por uma severa crise de pânico. Para ela, o movimento #MeToo inspirou para que finalmente reportasse o caso à polícia e, segundo a publicação, ela quer o incidente registrado caso outros acusadores se apresentem.

Jamie Foxx responde

O ator alegou ser uma
Reprodução
O ator alegou ser uma "mentira absurda"

Ao site TMZ o ator afirmou que o caso era uma “mentira absurda” e que ele vai atrás da acusadora legalmente. O advogado de Foxx afirmou ao site que “Jamie nega enfaticamente que esse incidente tenha ocorrido e ele estará arquivando um relatório com o Departamendo de Polícia de Las Vegas contra a mulher por registrar um falso relatório policial contra ele”.

Leia também: James Caan comenta acusações contra Morgan Freeman: "Sociedade está estranha"

Ainda, de acordo com o advogado, a primeira vez que Foxx tomou conhecimento do caso foi quando o site contatou seus representantes na última terça-feira (12) para ouvir o seu lado da história. "O suposto incidente não foi relatado à polícia em 2002, ou em qualquer outro momento nos últimos 16 anos até a última sexta-feira porque o incidente nunca aconteceu", acrescentou o advogado.

A polícia afirmou que o caso de Jamie Foxx está com uma investigação em aberto, porém é possível que o crime possa ter sido prescrito já que a acusação foi feita 16 anos depois.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.