Tamanho do texto

A jornalista utilizou sua conta no Twitter para rebater as críticas da imagem

A jornalista Leilane Neubarth, de 59 anos, foi alvo de críticas enquanto apresentava o “Edição das 18h”, pelo Globo News na última quarta-feira (15). Desconfortável com o assunto a apresentadora respondeu os comentários em sua rede social.

Leia também: Cinco vezes que jornalistas da Globo demonstraram preferências partidárias

A jornalista Leilane Neubarth utilizou sua conta no Twitter para rebater as críticas da imagem
Reprodução/Instagram
A jornalista Leilane Neubarth utilizou sua conta no Twitter para rebater as críticas da imagem

A polêmica começou quando a imagem de Leilane Neubarth começou a aparecer na tela com o questionamento "policiais de folga devem reagir a assaltos?". Tendo como referência o recente caso da mãe PM que matou um bandido em Suzano, São Paulo (SP).

Leia também:Leilane Neubarth se veste de Princesa Leia em homenagem à Carrie Fisher

A imagem repercutiu pela web gerando muitas criticas entre os internautas. Inclusive, a jornalista Rachel Sheherazade, apresentadora do “SBT Brasil”, também se pronunciou em suas redes sociais sobre o assunto.

“Que questionamento estúpido! Por acaso o crime tira folga? Tem feriado para criminoso? Fim de semana é proibido assaltar? Bandido sai de férias? Então, é claro que o policial fora do horário de trabalho não está dispensado de sua missão de proteger a sociedade e combater o crime. Ainda bem que os anjos da guarda não têm folga, e que a polícia ainda pode nos defender - mesmo fora do expediente!”, escreveu Rachel.

Leia também:Em áudio vazado, Chico Pinheiro comenta prisão de Lula e critica Globo News

Resposta de Leilane Neubarth

A jornalista que possui mais de 160 mil seguidores no Twitter utilizou o mesmo para rebater as críticas. "Um editor da sua equipe põe uma tarja, com uma pergunta, em cima do seu rosto e você nem sabe que isso está no ar. Você ouve os maiores impropérios e agressões durante + de 24 horas. O que você faz? Isto sim é uma pergunta”, escreveu.

Ao ser questionada por uma seguidora na rede social Leilane Neubarth respondeu: "Eu não sou dedo duro e não vou permitir que vocês façam com ele o que fizeram comigo” E continuou: “As pessoas não querem ler, assistir nem entender nada. Querem apenas odiar. Extravasar seu ódio, sua própria violência interna contra tudo que vem acontecendo nesse País", finalizou.