Tamanho do texto

No YouTube, Rita Cadillac abriu o jogo e falou sobre a ingenuidade na época

Rita Cadillac abriu o coração e relembrou alguns momentos de sua vida, trajetória e participações em filmes pornôs durante uma entrevista para o canal de Antônia Fontenelle no YouTube na última quarta-feira (7). A ex-chacrete falou sobre as polêmicas na época em que foi taxada como prostituta enquanto trabalhava para a Globo e também chamou atenção ao contar a sensação pós gravações de filmes adultos.

Leia também: "Foi preciso Marcos Paulo morrer para me conhecerem", diz Antônia Fontenelle

Rita Cadillac conversou com Antônia Fontelle sobre diversos assuntos pessoais e confessou ingenuidade na época dos filmes pornôs
Reprodução YouTube
Rita Cadillac conversou com Antônia Fontelle sobre diversos assuntos pessoais e confessou ingenuidade na época dos filmes pornôs

Durante a entrevista, Antônia Fontelle cutucou Rita Cadillac ao dizer que leu a respeito da loira e viu que durante o tempo de chacrete ela havia sido acusada dentro da Rede Globo por prostituição o que resultou em um pedido de demissão da assistente de palco. No mesmo instante a dançarina rebateu em defesa da emissora: “A Globo em si não tinha nada ver com isso”, afirmou. “Saiu uma revista com uma matéria dizendo sobre a menina que fazia programa. Saiu o meu nome na revista, porque a matéria da revista era com foco em mim, porque eu estava cantando.”, argumentou.

Leia também: Nada de sexo: veja as celebridades que já assumiram abstinência sexual

Filmes pornôs

O papo ficou ainda mais tenso quando a dona do canal tocou no assunto dos filmes adultos que Rita fez durante os anos 2000. “Foram 20 cenas, que podem ser transformadas em 200 mil filmes. Quando estava em '' A Fazenda " a primeira vez (2013) lançaram um. O pior é que quem compra pensa: 'já vi isso, é a mesma cena'", comentou e logo afirmou que não existia uma lei de domínio, portanto não havia controle sobre a situação.

Sem medo de relembrar a época como atriz pornô, a ex- chacrete confessou que não havia noção do que era aquilo quando assinou o contrato: “Quando assinei o contrato não tinha essa noção, eu estava acostumada a fazer pornochanchada, que não tem a cena em si propriamente, só parece que existe, então eu achava que iria fazer a mesma coisa e estava muito tranquila.”, contou.

Leia também: Luciana Gimenez, Mara Maravilha e Rodrigo Faro encarnam Rita Cadillac

Rita Cadillac também confessou que o pior momento dessa época foi quando aconteceu à primeira cena real, o que se tornou o fim do mundo para ela. “Eu fiquei mal, fiquei doente, com depressão, chorei muito. Mas eu tinha assinado um contrato e precisava daquilo na época”, abriu o jogo dizendo que aquilo realmente a machucou muito, entretanto concluiu: “Só me arrependo do que nunca fiz, do que fiz sou muito consciente".

    Leia tudo sobre: YouTube
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.