Tamanho do texto

Dylan Farrow falou pela primeira na TV sobre ter sofrido abuso sexual pelo pai. Em entrevista à CBS, ela reafirmou que o cineasta a levou para o sótão da casa onde moravam e a molestou quando tinha apenas sete anos

Dylan Farrow , filha do diretor Woody Allen e da atriz Mia Farrow , falou pela primeira na TV sobre ter sofrido abuso sexual por seu pai. Para o canal norte-americano CBS , Dylan reafirmou que o cineasta a levou para o sótão da casa onde moravam e a molestou quando tinha apenas 7 anos, em 1992, e pediu para que as pessoas acreditassem nela. "Eu tenho credibilidade, estou falando a verdade e acho importante que as pessoas entendam que vítimas importam e são capazes de mudarem as coisas”, afirmou ela.

Leia também: Carolina Jabor critica tratamento à mulheres no set: “tem que ser macho”

Filha de Woody Allen confirma ter sido abusada pelo pai em primeira entrevista para TV
Reprodução/CBS
Filha de Woody Allen confirma ter sido abusada pelo pai em primeira entrevista para TV


O cineasta já negou mais de uma vez as acusações feitas por Dylan e Moses Farrow, filho adotivo de  Woody Allen , corrobou a versão do pai à revista "People" .

Leia também: Diretora executiva da Playboy faz coro a Catherine Deneuve contra "puritanismo"

Recentemente, Dylan Farrow publicou  uma carta aberta ao jornal "The Los Angeles Times" e, nela, questionou o cineasta por não ter recebido o mesmo tratamento de outras pessoas acusadas de abuso sexual. "Qual o motivo de Harvey Weinstein e outras celebridades acusadas de abuso terem sido banidas de Hollywood enquanto o Allen recentemente conseguiu um contrato milionário de distribuição de seu próximo filme?”, escreveu.

Ronan Farrow, também filho de Allen e Mia, é um dos responsáveis pelas revelações dos crimes cometidos por Harvey Weinstein. O rapaz reuniu depoimentos de atrizes e outras vítimas do empresário em uma matéria publicada pela revisya New Yorker. Já o ator Timothee Chalamet anuncionou que doaria seus salários do filme ainda inédito que gravou com o cineasta para a campanha contra o estupro, "Time's Up".

Leia também: Aziz Ansari e a nova onda de acusações de assédio que tomou Hollywood

Greta Gerwing, estrela de "Para Roma Com Amor", já disse ter se arrependido de trabalhar com Woody Allen. "Se eu soubesse na época o que eu sei hoje, eu não teria trabalhado no filme. Eu não trabalhei com ele desde então e não voltarei a trabalhar”, contou. Hoje, aos 82 anos, o cineasta é casado com  Soon Yi Previn, filha adotiva de sua ex, Mia Farrow, com o músico André Previn.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.