Tamanho do texto

A modelo e atriz deu declarações polêmicas em entrevista ao programa "Megyn Kelly Today" em meio a acusações de assédio e estupro

Enquanto muitas acusações de assédio e estupro vêm à tona em Hollywood, a atriz e modelo Pamela Anderson deum declarações pra lá de polêmicas sobre o assunto em entrevista ao programa "Megyn Kelly Today" . Nele, a loira foi questionada sobre o produtor Harvey Weinstein , que foi citado por famosas por abusos sexuais nas últimas décadas.

Leia também: De camisola, Pamela Anderson chora a morte do fundador da "Playboy"

Pamela Anderson causou polêmica ao falar de casos de assédio e estupro em Hollywood
Divulgação
Pamela Anderson causou polêmica ao falar de casos de assédio e estupro em Hollywood


"É de conhecimento de todos que certos produtores e demais pessoas em Hollywood deveriam ser evitadas. Você sabe onde está se metendo se vai sozinha a um quarto de hotel", disse Pamela Anderson .

Leia também: Vivian Drenner posa sensual e declara: "quero ser ousada sem ser vulgar"

A apresentadora argumentou e disse que as mulheres  se sentiam seguras ao serem convidadas para encontros profissionais com agentes, mas a loira rebateu dizendo que "as mulheres deveriam ser espertas o suficiente" e que isso "não é uma boa desculpa".

“Quando cheguei a Hollywood, claro que recebi muitas ofertas para encontros particulares e isso não fazia sentido. Tem horas que você acha que vai estar segura sozinha com alguém em um quarto, mas não sei de onde vem esta segurança. Me ofereceram dinheiro, casas, papéis em filmes, mas eu não queria deesse jeito. Eu não tinha desejo. Sou romântica e isso não me atraía", completou a atriz.

Pamela Anderson, que em 2014 chegou a revelar que foi abusada sexualmente quando era criança, voltou a falar do assunto durante o programa. Já ao falar do abuso infantil, mudou o discurso e disse que "as mulheres jamais deveriam se culpar".

Veja o vídeo das declarações de Pamela Anderson:


Polêmica

Leia também: "Sem Fôlego", com Julianne Moore, ganha trailer e data de estreia no Brasil

Recentemente, Pamela Anderson chorou a morte de Hugh Hefner, criador da "Playboy" no Instagram.  A ex-coelhinha publicou um texto e um vídeo em seu Instagram, onde aparecia com a maquiagem borrada e de camisola. A atitude não agradou os seguidores.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.