Tamanho do texto

Rosimari e Rosângela Bosenbecker foram capa da "Playboy" em setembro de 1993; o colunista Romário de Oliveira conta como as gêmeas estão hoje

Durante os anos 1990, Romário de Oliveira foi um dos nomes mais importantes da  Playboy  no Brasil. Agora, ele assina uma coluna no  iG  para contar tudo dos bastidores de uma das revistas mais populares do País.

Leia também: Bastidores de Playboy: 15 curiosidades sobre ensaios históricos da revista

Rosimari e Rosângela Bosenbecker foram capa da
Arquivo pessoal
Rosimari e Rosângela Bosenbecker foram capa da "Playboy" em setembro de 1993; veja como elas estão hoje

Nesta sexta-feira (25), Romário relembra das gêmeas Bosenbecker. Rosimari e Rosângela foram capa da  Playboy em setembro de 1993 e pararam o Brasil. Veja como elas estão hoje.

Leia também: Por onde anda Lya Carla, a "Garota do Fantástico"?

Por onde andam as Gêmeas Bosenbecker?

As gêmeas Bosenbecker na capa da
Arquivo pessoal
As gêmeas Bosenbecker na capa da "Playboy" em setembro de 1993

Beleza em dose dupla! Rosimari e Rosângela Bosenbecker sempre chamavam atenção por onde passavam, mas nunca imaginaram que um dia estampariam a capa da Playboy . "Fomos descobertas em Pelotas, no Rio Grande do Sul, nossa cidade natal", recorda Rosângela. "Éramos modelos, mas não estava em nossos planos posar nuas", frisa uma das estrelas da capa da edição de setembro de 1993. "Aceitamos o convite, mas não foi tão fácil assim tirar a roupa", sorri Rosimari. "No estúdio, a timidez tomou conta das duas."

Para esquentar o clima, Marcos Luconi, expert na arte de despir belas mulheres, teve paciência e uma boa ideia: colocou a trilha sonora preferida das modelos. Minutos depois, lá estavam as beldades posando e dançando ao som de Madonna. "Entramos no clima. Mas, mesmo estando diante de uma equipe de profissionais, ficamos com vergonha. Só que a confusão que eles faziam na direção das fotos tornou o clima engraçado: trocavam uma pela outra", lembra Rosângela.

"Quando me vi na capa, não acreditei. Foi puro glamour!", recorda Rosi, piscando os fascinantes olhos azuis. As irmãs Bosenbecker fizeram tanto sucesso que entraram rapidamente para a seleção das preferidas dos leitores, estrelaram também a capa da versão mexicana da publicação e foram apontadas pela edição americana como uma das 10 melhores descobertas da revista pelo mundo.

Leia também: Bastidores de Playboy: polêmica nudez de Hortência e Luciano Huck atrás da Xuxa

As gêmeas Bosenbecker hoje
Arquivo pessoal
As gêmeas Bosenbecker hoje

Com o sucesso, as "gêmeas alucinantes" da Playboy viraram celebridades: campanhas publicitárias, presenças VIP, programas de TV e muito mais. Hoje, além da faculdade de moda, Rosimari faz administração e trabalha como corretora de imóveis. Se ela posaria nua novamente? Rosi disfarça. "Sinceramente não sei, tudo depende do momento", sorri. Já Rosângela trabalha como arquiteta. Ela é taxativa. "Acho que posaria para Playboy, sim. Sou muito bem resolvida com minha idade e o meu corpo", disse. Como se vê, as "Gêmeas da Playboy" continuam batendo um bolão. E por aí seguem, lindas e inesquecíveis, arrancando suspiros e virando a cabeça de muita gente. A propósito: qual delas você queria como cunhada?

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.