Tamanho do texto

A Vanity Fair, atriz e diretora comentou pela primeira sobre a separação de Brad Pitt, as feridas que ainda não curaram e os filhos

Angelina Jolie está de volta. A atriz e diretora, que tem se mantido fora dos holofotes desde o divórcio com Brad Pitt no final de 2016, ofereceu sua primeira entrevista depois da separação, e deu maiores detalhes de como tem sido esse período. Para a Vanity Fair , ela falou sobre como os filhos estão lidando com isso, a descoberta de uma doença e solidão. “Nós nos preocupamos um com o outro e com a nossa família”, comenta sobre o ex-marido.

Em primeira entrevista após o divórcio, Angelina Jolie fala sobre os filhos e como está seguindo em frente
Mert Alas e Marcus Piggott/Vanity Fair
Em primeira entrevista após o divórcio, Angelina Jolie fala sobre os filhos e como está seguindo em frente

Leia também: Dez revelações de Brad Pitt após o divórcio de Angelina Jolie

Ela ainda comentou que os filhos têm sido muito corajosos durante esse período. Ao ser perguntada sobre quando eles precisaram ser corajosos Angelina Jolie desconversou, mas disse que todos estão se curando do eventos que levaram ao divórcio. “Eles não estão se curando do divórcio. Eles estão se curando de...da vida, de coisas que acontecem na vida”, aumentando as especulações sobre o acontecimento em um avião que teria levado a uma discussão entre Brad Pitt e o mais velhos de seus filhos, Maddox.

Leia também: Celebridades choram a separação de Brad Pitt e Angelina Jolie

Angelina Jolie estampa a capa da Vanity Fair
Divulgação/Vanity Fair
Angelina Jolie estampa a capa da Vanity Fair

Jolie também falou sobre o estilo de vida do casal e se isso pode ter afetado os filhos. “Isso não era um problema. Isso é e continuará sendo uma oportunidade que pudemos dar a nossos filhos. Os seis são muito fortes (...) tenho muito orgulho deles”.

Chorando escondida

Ela também confessou que faz o possível para mostrar aos filhos que tudo vai ficar bem. “Eu acho que é importante chorar no chuveiro e não na frente deles. Eles precisam saber que tudo vai ficar bem, mesmo que eu não tenha certeza disso”.

Doença

Jolie também confessou que além de hipertensão, ela desenvolveu uma doença chamada “Paralisia de Bell”, uma doença que provoca fraqueza súbita nos músculos faciais. A diretora de “Invencível” disse que se curou com acupuntura e comentou que “as vezes as mulheres da família se colocam em último lugar, e isso se manifesta em sua saúde”. Recuperada, ela se diz em um bom momento como mulher: “Eu me sinto melhor como mulher por que sinto que tenho sido mais inteligente nas minhas escolhas, estou colando minha família em primeiro lugar e estou no comando da minha vida e da minha saúde”, confessou.

Carreira

Esse ano ela estreia seu novo filme
Divulgação
Esse ano ela estreia seu novo filme "First The Killed My Father", na Netflix

Angelina Jolie retorna ao circuito de festivais de cinema mais tarde esse ano com “ First They Killed My Father ”, uma história que, como é comum em sua carreira como diretora, é muito pessoal. Baseado no livro de Loung Ung, sua amiga pessoal, que reconta os horrores que sofreu crescendo no Camboja, o filme estreia pela Netflix ainda este ano. Sobre Ung, inclusive, Jolie comentou que ela é uma de suas maiores amigas e a ajudou muito nesse período “eu chorei muito em seu ombro”, confessou.

Leia também: Brad Pitt confessa abuso de álcool: "se tornou um problema"