Tamanho do texto

Romário de Oliveira conta 15 curiosidades sobre ensaios da "Playboy" do Brasil que você provavelmente não sabia; veja a lista completa

Durante os anos 1990, Romário de Oliveira foi um dos nomes mais importantes da  Playboy   no Brasil. Agora, ele assina uma coluna no iG para contar tudo dos bastidores de uma das revistas mais populares do País.

Leia também: Bastidores de Playboy: Carla Perez segura o tchan e Luciana Vendramini chora

Suzana Alves, a tiazinha, está no ranking das edições mais vendidas de Playboy no mundo
Reprodução/Playboy
Suzana Alves, a tiazinha, está no ranking das edições mais vendidas de Playboy no mundo

Na coluna desta quarta-feira (26), Romário conta 15 curiosidades de ensaios da  Playboy que você provavelmente não sabia. 

Veja a lista abaixo:

1. Duas brasileiras estão no ranking das cinco edições de Playboy que mais venderam entre todos os países que editam a revista. Na lista liderada pela saudosa Farrah Fawcett (dezembro de 1995 - 1.351.100 exemplares) estão a feiticeira Joana Prado (dezembro de 1999) e Suzana Alves (março de 1999).

2. Na década de 1980, duas mulheres enlouqueciam os leitores:  Cida Ventura, três vezes capa em novembro de 1978, setembro e novembro de 1979; e Oneida, junho e dezembro de 1980. Na primeira vez, ela foi apresentada como a “morena que endoidou Pelé”. 

 3. Foram precisos 15 anos para a revista conseguir tirar a roupa da atriz Bruna Lombardi.

4. Até abril de 1996, cinco estrelas disputavam o primeiro lugar no ranking das mulheres que mais posaram para a publicação: Luma de Oliveira, Cláudia Raia, Magda Cotrofe, Luiza Brunet e Monique Evans, todas com três capas e quatro ensaios.

5. Adriane Galisteu (primeira capa em agosto de 1995) é a campeã em número de páginas referentes aos ensaios publicados na revista: são 26. Em segundo lugar está Suzana Alves, a Tiazinha (março de 2000) ela posa em 22 páginas e 2 pôsteres. Em terceiro está a atriz Luiza Tomé (dezembro de 1993) 22 páginas. 

Leia também: Bastidores de Playboy: Ex-coelhinha da revista é a vovó mais gata do Brasil

Capa da
Reprodução
Capa da "Playboy" de janeiro de 1984

6. Em janeiro de 1984, a Playboy despiu pela primeira vez uma personagem: a boneca Emília do Sitio do Pica-Pau Amarelo, interpretada pela atriz Reny de Oliveira. Em fevereiro de 1993, a Radical Chic, personagem de Miguel Paiva, ficou nua e bronzeada ao sol da Indonésia. 

7. Roberta Close posou nua “como veio ao mundo” pela primeira vez em maio de 1984, depois em julho de 1984. Em dezembro de 1984, ela apresentou a sósia e a rival. Em março de 1990 voltou, operada.

8. Luiza Brunet foi eleita a Madrinha da Copa do Mundo de 1986. A nossa representante fez tanto sucesso no México que além da capa no Brasil (maio de 1986), ela acabou estrelando a capa de outros cinco países, entre eles França, Grécia e Argentina.

9. Em julho de 1987, as fotos de Neuzinha Brizola foram censuradas. A revista já havia anunciado a nudez da moça, que por motivos “de força maior” foi proibida. Diz a lenda que Brizola mandou parar as máquinas. Neuzinha foi rapidamente substituída por Marcella Praddo, a Garota do Fantástico. 

10. Magda Cotrofe fez a despedida de solteira nas páginas de Playboy em outubro de 1987, com o título de “A Noiva do Ano”. Já Monique Evans foi eleita a “Viúva Mais Desejada do Brasil” em maio de 1986.

11. Vera Fischer foi a primeira atriz a ganhar uma capa “desdobrável” na edição de aniversário de agosto de 1982, quando a revista completou sete anos.

Leia também: Ex-Playboy relembra bastidores da revista em nova coluna no iG

Capa da
Reprodução
Capa da "Playboy" de julho de 1998

12. A foto de capa com a pantera loira Alessandra Mattos, na edição de julho de 1998, foi feita por acaso, justamente no momento em que a modelo se espreguiçava e fazia alongamento: o fotógrafo clicou e deu certo;

13. Maitê Proença foi a primeira mulher a vender mais de 500 mil exemplares. Em agosto de 1995, Adriane Galisteu conseguiu alcançar a marca de 1 milhão de exemplares e manteve-se por 3 anos e 7 meses como campeã absoluta de vendas.

14. Em agosto de 1984, Luiza Brunet previu o que os leitores puderam comprovar 13 anos depois: a nudez da sua irmã caçula, Luciana Botelho.

15. Luma de Oliveira foi a primeira mulher no mundo (entre todas que posaram para a revista) a vencer o concurso Miss Playboy Internacional, em 1987. O evento aconteceu em Hong Kong. A produção queria que Luma desfilasse vestida de baiana para representar o Brasil. Ela bateu o pé, sambou e conseguiu entrar com a fantasia que usara como madrinha de escola de samba. Mas, eles pediram para ela cobrir os seios com strass e colocar uma espécie de “short” por baixo da calcinha.