Tamanho do texto

Cauã Reymond e Paolla Oliveira foram alguns dos que se manifestaram em favor dos direitos homossexuais em países repressores como a Rússia

Neste domingo (07) alguns artistas aderiram a uma manifestação nas redes em apoio aos direitos LGBT na Rússia. O país é criticado por suas leis de repressão e proibição aos homossexuais. Para defender os direitos LGBT , muitos famosos , como Cauã Reymond, utilizaram o Instagram para apoiar os direitos dos homossexuais. O ator postou uma foto do filme “Milk”, que traz Sean Penn como o ativista LGBT Harvey Milk. Na cena, ele aparece beijando Scott Smith (James Franco).

Cauã Reymond e outros famosos como Paolla Oliveira apoiam direitos LGBT na Rússia
Divulgação
Cauã Reymond e outros famosos como Paolla Oliveira apoiam direitos LGBT na Rússia

Leia também: Brad Pitt confessa abuso de álcool: "se tornou um problema"

Cauã Reymond ainda completou o post dizendo que “tem gente morrendo e sendo torturada na Rússia apenas por ser quem é. Homossexuais são reprimidos, enviados a campos de concentração e outros absurdos que nem temos conhecimento”. Ele encoraja os seguidores a postar uma foto de beijo e a hashtag #NãoSilencieOAmor.

Leia também: Titi Müller pede dicas para programa e Danilo Gentili dispara piadas infames

Críticas

Embora a maioria dos seguidores tenha o apoiado e parabenizado sua atitude, alguns ficaram indignados e chegaram até a anunciar que parariam de seguir o ator. “Querem beijar que beijem em quatro paredes. Isso é ridículo! O que vamos falar pros nosso filhos uma cena dessa? Meu Deus!!”, criticou uma seguidora.

Paolla Oliveira também mostrou seu apoio no Instagram e recebeu comentários desagradáveis. Porém, outros seguidores a a elogiaram: “Você é puro amor” disse uma seguidora. Outra completou: “Me orgulho de pessoas como você! Parabéns! VIVA O AMOOOR!”.

Além de Cauã Reymond e Paolla, Bruno Gagliasso , Monica Martelli, Mariana Ximenes e Sérgio Malheiros também apoiaram a manifestação.

#NãoSilencieOAmor Onde isso vai parar? 🙏🏾❤️

Uma publicação compartilhada por Bruno Gagliasso (@brunogagliasso) em

:

Galera, todo dia a gente escuta alguma notícia ruim pelo mundo, né?! Não sei se vocês tão sabendo, mas o governo russo está silenciando toda a comunidade LGBT no país, proibindo manifestações de afeto, paradas do orgulho gay e prendendo quem se opõe a isso. É nosso dever e obrigação lutar contra isso. Seja aqui, nos Estados Unidos ou na Rússia. E é por isso que durante toda a semana, várias pessoas participaram do #Kiss4LGBTQRights, movimento global contra a homofobia que pede pras pessoas postarem fotos de beijos LGBT e marcaram o Kremlin de Moscou na localização. Assim, todo mundo que for procurar pelo lugar vai ver o protesto nas redes. E nós aqui também fazemos a nossa parte! #NãoSilencieOAmor! E a melhor maneira de não silenciar é mostrando e falando bem alto sobre ele. Adorei a iniciativa da @monicamartelli e pedi pra esse casal da foto, que são pessoas muito importantes na minha vida, @vitormariafranco e @daniellydepaula, participarem comigo dessa ideia!!! Vamos lutar junto contra qualquer tipo de preconceito!! #DigaNãoAHomofobia

Uma publicação compartilhada por Sergio Malheiros (@sergio_malheiros) em

Amores, é o seguinte, hoje é #DiaDoSilêncio, mas aqui nas redes nós vamos fazer muito barulho e chamar a atenção para uma coisa absurdamente desumana que acontece na Rússia. Vocês sabiam que lá a homossexualidade é crime? Que há denúncias de campos de concentração para gays, iguais os da época do nazismo? Então cata seu boy, cata sua mina, não importa, mas hoje é dia de manifestar seu apoio a um lugar onde as manifestações foram proibidas por lei. Vamos apoiar toda comunidade LGBTQ que sofre apenas por ser quem é. Poste uma foto beijando seu parceiro ou sua parceira, marque a localização “Kremlim”, em Moscow, use a tag #Kiss4LGBTQRights e #NãoSilencieOAmor e ame, seja feliz, não existe coisa melhor. Esses na foto que postei são meus amigos há 20 anos e postar seu amor hoje foi a forma que eu encontrei de demonstrar que não se trata só de se colocar no lugar do outro. A tal da empatia, que tanto exaltamos. Trata-se de zelar pelo amor de quem a gente ama também. Por um mundo que os acolha sem restrições. Amo vocês amores! #NaoSilencieOAmor

Uma publicação compartilhada por Monica Martelli (@monicamartelli) em

Leia também: Aos 74 anos, Susana Vieira posta foto sem maquiagem e ganha elogio de fãs na web

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.