Tamanho do texto

José Mayer, donos da Playboy e outros famosos foram acusados de assédio sexual nos últimos meses; relembre detalhes e repercussão dos casos

Nos últimos meses, diversos casos de assédio sexual envolvendo celebridades têm sido noticiados no mundo todo. Alguns, como o apresentador Bill O'Reily chocaram os fãs, já outros, como o de José Mayer, revoltaram o País. Relembre os principais casos de assédio sexual envolvendo celebridades que vieram a público nos últimos meses:

Leia também: Aos 74 anos, Susana Vieira posta foto sem maquiagem e ganha elogio de fãs na web

José Mayer

José Mayer foi afastado de produções futuras da Rede Globo por ter assediado funcionária da emissora
Reprodução/Twitter
José Mayer foi afastado de produções futuras da Rede Globo por ter assediado funcionária da emissora

Susllem Tonani, figurinista da Rede Globo, acusou o ator José Mayer, então no ar na novela "A Lei do Amor", de assédio sexual. Nos relatos que ganhou força nas redes sociais, ela conta que tudo começou há cerca de 8 meses, quando Mayer apenas a elogiou. "Do 'como você se veste bem', logo eu estava ouvindo: 'como a sua cintura é fina', 'fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho', “você nunca vai dar para mim?'", relatou.

A figurinista conta que deixou claro que não aconteceria nada entre os dois, mas posteriormente, na presença de outras pessoas, o ator colocou a mão na genitália de Susllem. Depois de um tempo, José Mayer chegou a chamar a funcionária de "vaca" e ela resolveu procurar o RH e outras pessoas que pudessem ajudar. No primeiro momento, o ator negou o assédio e chegou a colocar a culpa em Tião Bezerra, seu personagem em "A Lei do Amor".

Porém, após ser afastado das próximas produções da emissora, o ator escreveu uma carta em que admitia ter assediado a figurinista e pedia desculpas pelo ocorrido. A Rede Globo lançou uma campanha de apoio às mulheres na ocasião, #MexeuComUmaMexeuComTodas.

Elisangêla Veiga

Elisangêla Veiga foi demitida após denunciar o assédio sexual que sofreu por parte de um chefe
Reprodução/Facebook
Elisangêla Veiga foi demitida após denunciar o assédio sexual que sofreu por parte de um chefe

Elisangêla Veiga é uma jornalista da RecordTV do Rio Grande do Sul, que foi demitida após denunciar o assédio sexual que sofreu de um chefe enquanto trabalhava na emissora. Segundo ela, o chefe em questão a chamou de "gostosa" e disse que ele teria afirmado que ela sabia que ela era cobiçada por todos os funcionários, chegando a citar um ranking de "funcionárias mais gostosas".

Ainda de acordo com a jornalista, o chefe acreditava que isso não passava de brincadeira e que não deveria ser levado a sério. Além de elogios exagerados, ele ainda tentava beijá-la na boca nos corredores da emissora e cheirava-lhe o pescoço em reuniões de pauta, afirmando gostar do perfume da jornalista.

Após a denúncia, ela foi demitida e o caso chegou à mídia. Isso fez com que o chefe também fosse demitido posteriormente. A RecordTV negou que a funcionária tenha sido demitida em represália à denúncia do assédio sexual que sofreu dentro da emissora.

Donos da Playboy

Modelos contratadas para festa da Playboy processam sócios da revista no Brasil
Reprodução/Globo
Modelos contratadas para festa da Playboy processam sócios da revista no Brasil

Oito modelos que foram contratadas para uma festa da Playboy  estão acusando os donos da revista no Brasil, André Luís Sanseverino e Marcos Aurélio de Abreu Rodrigues e Silva, de as assediarem sexualmente em uma  festa em 13 de agosto do ano passado, em Florianópolis. Duas das modelos apresentaram queixa contra os sócios.

Nadya Ferreira, uma das modelos que trabalhou como coelhinha na festa, afirmou que André pediu que as meninas o contatassem para continuar trabalhando em outros eventos da revista masculina. Samantha Ofsiany, outra vítima, explica que ele começou a conversar com ela de uma forma que não considera profissional e passou a fazer perguntas mais íntimas. Além disso, todas as garotas disseram que não tinham interesse em posar nuas.

Leia também: Marcos Harter é denunciado pelo Ministério Público por agressão à Emilly

A maioria das modelos presentes na festa, não se conheciam, mas depois das mensagens trocadas com André, elas começaram a conversar sobre o que estava acontecendo e decidiram procurar um advogado, Marcello Lombardi. De acordo com o advogado, as propostas tinham cunho sexual e colocavam trabalhos como moeda de troca. Ele chegava a prometer que colocaria as moças na capa da publicação se aceitassem transar com ele.

Por meio de uma nota, a Playboy declarou que repudia toda e qualquer forma de desrespeito às mulheres e que André está afastado por tempo indeterminado da publicação.

Greice Santo

A atriz brasileira Graice Santo está acusando um bilionário canadense de assédio
Reprodução/Instagram
A atriz brasileira Graice Santo está acusando um bilionário canadense de assédio

Greice Santo, que interpreta Bianca na série "Jane the Virgin" acusou recentemente o bilionário canadense Daryl Katz de assédio. Em entrevista ao site da revista Variety , ela afirma que ele lhe ofereceu um papel em um filme e milhões de dólares para transar com ele, mas a atriz afirmou que recusou todas as ofertas do empresário dele, que também é produtor e dono de um time de hóquei.

Apesar da recusa, ela também contou que o empresário depositou cerca de US$ 35 mil em sua conta, e que essa é uma coisa recorrente no meio artístico, e que sabe de várias mulheres que passam pela mesma coisa. Com a denúncia, Greice busca fazer com que mais mulheres tenham coragem para denunciar o assédio que sofrem no meio artístico.

Enquanto ela o acusa de assédio sexual, os advogados do bilionário entraram com um processo de extorsão e chantagem, alegando que a atriz e seu marido haviam pedido cerca de US$ 3 milhões para não tornar público o caso de assédio. Greice e seu marido negam tal acusação.

Bill O'Reily

Bill O'Reily
Reprodução
Bill O'Reily

O apresentador Bill O'Reily, do canal norte-americano Fox News, foi demitido após se envolver em um escândalo. Ele foi acusado de assediar sexualmente cinco mulheres e ter firmado acordos milionários com elas para impedir que elas o denunciassem. O caso tomou proporções tão grandes que Donald Trump, amigo do jornalista, chegou a oferecer apoio ao jornalista.

Leia também: Donos da Playboy são acusados de assediarem sexualmente modelos

De acordo com as informações divulgadas pelo The New York Times , o apresentador e a emissora teriam gasto mais de US$ 13 milhões para abafar os escândalos e silenciar suas vítimas. Bill O'Reily não negou as acusações e foi demitido da Fox News.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.