Chico faz dupla com o avô no futebol
Reprodução
Chico faz dupla com o avô no futebol

Chico Brown chega para fazer a foto dessa matéria usando uma blusa do avô Chico Buarque. A roupa havia sido garimpada no armário de figurinos da avó Marieta Severo ("minha grande referência na vida"). Além da camisa, Chiquinho (apelido de família para diferenciá-lo do avô) carrega o nome do “vô Ico”, como o chama desde a infância.

O cantor e compositor cresceu entre a poesia do avô e o suingue do pai, Carlinhos Brown. É carioca, mas foi morar em Salvador com um ano de idade. Quando vinha ao Rio, pedia que "vô Ico" o levasse aos jogos do Flamengo no Maracanã. Tricolor, o cantor chegou até a encarar uma ida à torcida rubro-negra para alegrar o neto.

Leia Também

Os dois são parceiros de pelada no Politheama. Chico, que não é bobo nem nada, pôs o neto numa posição estratégica em seu time.

Leia Também

"Ele me colocou de centroavante porque corro bastante e consigo dar bons passes na área, o que compensa minha falta de mira", brinca Chiquinho. "Eu e meu avô formamos uma boa dupla. Mas agora ele machucou o joelho e vai ter que operar", disse. 

Os dois tambem são parceiros na música. Compuseram juntos "Massarandupió", registrada no disco "Caravanas" (2017), de Chico Buarque, e têm várias canções inacabadas por terminar. Melodias que o neto mandou para o avô colocar letra.

Leia a entrevista completa em O Globo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários