Tiago Ciro Tadeu Faria rasgando notas do carnaval de 2012
Reprodução
Tiago Ciro Tadeu Faria rasgando notas do carnaval de 2012


Alguns internautas ficaram chocados ao descobrir que o homem que causou no carnaval de São Paulo de 2012  foi preso recentemente acusado de participar de roubo a bancos , segundo informações do UOL. Durante a apuração daquele ano, Tiago Tadeu, integrante da escola Império da Casa Verde, invadiu a área dos jurados e rasgou todas as notas que ainda não tinham sido anunciadas. Depois de muito tumulto e algumas prisões, a Mocidade Alegre, que era a escola que ocupava o primeiro lugar até então, foi declarada campeã.

Acontece que o material genético de Tiago foi encontrado em uma embalagem de bebida láctea deixada no local de um crime que ocorreu há três anos. Ainda de acordo com o portal, ele é acusado de comandar o roubo ao Banco do Brasil, no município de Lajes, no Rio Grande do Norte, em 2017. Em 2005, condenado por roubo, o assaltante teve seu perfil genético inserido em um banco de dados.

Agora, Tiago foi denunciado pelo Ministério Público Estadual pela participação em um roubo realizado em julho deste ano na cidade de Botucatu, em São Paulo. A defesa do ex-integrande da Império, no entanto, nega as acusações e diz que o cliente é inocente.

Você viu?

Na Twitter, alguns internautas ficaram chocados com a sequência de acontecimentos e consideraram toda essa história o "puro suco do Brasil". "Se o Brasil fosse um seriado iam dizer que o roteirista tá forçando", comentou um usuário. "Roteirista do Brasil tá reciclando o elenco", disse outro.




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários