A morte de George Floyd, um  homem negro de 40 anos que foi asfixiado por um policial branco e acabou morto, tem gerado inúmeros protestos nos Estados Unidos. Levantando a bandeira black lives matter ( vidas negras importam , em português), essa manifestação também ganhou as redes sociais e empresas do entretenimento como Netflix, HBO e Amazon Prime Video decidiram se posicionar.

Netflix, Amazon, HBO
Reprodução
Netflix, Amazon E HBO se posicionam sobre protestos nos Estados Unidos


“Ficar em silêncio é ser cúmplice. Vidas negras importam. Nós temos uma plataforma e nós temos o dever de falar por nossos assinantes, funcionários, criadores de conteúdo e talentos negros”, escreveu a Netflix nas redes sociais.

Leia também: Apresentador da CNN Brasil chora ao vivo em entrevista sobre racismo

Já o perfil da plataforma de streaming no Brasil citou outros casos, incluindo o de João Pedro, um adolescente de 14 anos que morreu a tiros em uma operação policial no Rio de Janeiro. “David, João Pedro, João Vitor, George Floyd e tantos mais. Ficar em silêncio é ser cúmplice e eu não vou mais me calar. Eu tenho um compromisso e um dever com meus assinantes, funcionários, criadores de conteúdo e talentos negros. Vidas negras importam em qualquer lugar do mundo.”


A HBO se posicionou citando um romancista americano negro. “‘Nem o amor nem o terror cegam: a indiferença cega’ – James Baldwin. Estamos com nossos colegas negros, funcionários, fãs, atores, contadores de histórias – e todos são afetados por violência sem sentido.”


A Amazon Prime Video também apoia esse movimento antirracismo. “Juntos, estamos com a comunidade negra – colegas, artistas, escritores, contadores de histórias, produtores, nossos telespectadores – e todos os aliados na luta contra o racismo e a injustiça”, a empresa publicou nas redes sociais.


Leia também: Repórter da CNN é preso ao vivo durante cobertura de protesto

Diversos artistas estão se posicionando nas redes sociais e alguns deles estão, inclusive, participando dos protestos, como o ator Jack Falahee, de “How To Get Away With Murder”, e o ator Nick Robinson, de “Com Amor, Simon”.

    Veja Também

      Mostrar mais