A renomada série "Friends" pode voltar para um especial de uma hora. Os atores da produção teriam chegado a um acordo com a Warner, e a ideia é que a novidade ajude no lançamento da plataforma de streaming da HBO Max . As informações são do site Deadline . Recentemente, o ator Matthew Perry , que interpreta Chandler Bing, publicou em uma rede social que "grandes novidades estão a caminho".

Leia também: "Friends" domina! Veja o que esperar das atrações da Casa Warner deste ano

Friends arrow-options
Divulgação/Imdb
O reencontro dos protagonistas de "Friends" pode alavancar streaming da HBO Max


Os atores da série " Friends " — que completou 25 anos de lançamento em outubro de 2019 — Jennifer Aniston, Courteney Cox, Lisa Kudrow, David Schwimmer, Matt LeBlanc e Matthew Perry teriam chegado a um acordo com a Warner Bros em que, segundo o site, cada um receberia entre US$ 3 milhões a US$ 4 mi. O total investido estaria em torno de US$ 20 mi.

Leia também: Especial de "Friends" com criadores e elenco original pode estar a caminho

A ideia do especial é que seja não-roteirizado e tenha envolvimento dos criadores Marta Kauffman e David Crane. Em novembro de 2019, a possibilidade do reencontro dos seis amigos já havia sido ventilada pelo Hollywood Reporter . À época, o elenco e os criadores estariam em negociação.

Um mês antes desse suposto reencontro ter sido noticiado, em outubro, a atriz Jennifer Aniston havia revelado à apresentadora Ellen DeGeneres que o sexteto estava trabalhando em um projeto, apesar de ter descartado um reboot da série . "Nós adoraríamos fazer alguma coisa, mas não sabemos o que essa coisa é. Então estamos tentando. Estamos trabalhando em algo".

Leia também: Nos 25 anos de "Friends", relembre os momentos mais hilários da série

Embora não revele dados de audiência, a Netflix — que tem disponível todas as temporadas da série — mostrou o quanto “ Friends ” era importante para seu modelo de negócios ao pagar, segundo o New York Times , US$ 100 milhões por seus direitos de exibição até o fim de 2019. Em seguida, a empresa perdeu a produção para a WarnerMedia. Segundo o Hollywood Reporter , a gigante desembolsou US$ 425 milhões para ter a série por cinco anos, a partir de 2020, em seu novo serviço de streaming, o HBO Max (ainda sem previsão de chegar ao Brasil).

    Veja Também

      Mostrar mais