No último domingo (26), como já é tradicional nas cerimônias do Grammy, a grande maioria dos 84 troféus de 2020 foram entregues antes mesmo do início da festa, marcada para as 22h00. E a grande campeã da cerimônia foi Billie Eilish, que arrebatou seis prêmios, desbancando Taylor Swift em uma noite histórica para sua carreira.

Billie Eilish arrow-options
Divulgação
Billie Eilish

Disco mais tocado no mundo em 2019, "When We Fall Asleep, Where do We Go?", o de estreia da americana de 18 anos, recebeu dois gramofones de ouro: o de melhor álbum pop vocal e o de melhor engenharia não clássica — prêmio técnico que reconhece o trabalho dos engenheiros de gravação, Rob Kinelski e Finneas O'Connell. Na mesma noite, Billie Eilish  arrebatou prêmios nas categorias de revelação, melhor música e melhor gravação.

O Irmão de Billie, Finneas O'Connell ainda garantiu o Grammy de produtor do ano não clássico. Enquanto seus concorrentes, incluindo nomes badalados como Jack Antonoff (Taylor Swift, Lana Del Rey) e Dan Auerbach (Black Keys), disputaram a categoria com ao menos quatro trabalhos no ano, Finneas produziu apenas o álbum da irmã.

Com isso, Billie Eilish venceu seis prêmios e desbancou Taylor Swift , que era detentora do título de cantora mais jovem a ganhar um Grammy . À época do feito, em 2010, a intérprete de Fearless tinha 20 anos. Billie se consagrou no último domingo (26) aos 18.  

    Veja Também

      Mostrar mais