Tamanho do texto

"Breaking Bad" ganhou uma continuação seis anos após seu fim, qual a real necessidade de voltar para algo que já havia sido brilhantemente fechado?

Aclamada por toda crítica mundial, "Breaking Bad" foi reconhecida como uma das mais importantes séries de todos os tempos e chegou ao seu fim em 2013. Agora, seis anos depois, ganhou um filme: “El Camino: a Breaking Bad movie” que seria como um epílogo para a história.

Breaking Bad arrow-options
Divulgação
Breaking Bad



O seriado foi genialmente concluído e com finais equilibrados para seus personagens e deixou seus fãs plenamente satisfeitos. Sempre houve clamor pela série, não pela volta dela. Então, críticos internacionais, como o do The Guardian , levantaram a questão: Será que era realmente necessário uma continuação de “Breaking Bad”? E, como o crítico da CNN afirmou, a resposta seria um certo 'não',  afinal " El Camino " foi uma fornada fraca da série original.

Pensando nisso, o IG resolveu fazer uma lista das séries que receberam spin-offs desastrosos:

  • “Joey”, spin off de “Friends”
Joey, spin-off de Friends arrow-options
Divulgação
Joey, Friends


Uma das séries que marcou o século, Friends , ganhou um único spin-off depois de seu fim e foi a prova de que não se deve dar continuação à séries icônicas. “Joey”, conhecida no Brasil como “Vida de Artista” conta a história de Joey (Matt LeBlanc), que depois de se separar de seus amigos, vai para Hollywood seguir com sua carreira.

Cancelado em sua segunda temporada, o projeto (2004-2006), que começou com 18 milhões de telespectadores e terminou com apenas 4 milhões, foi um grande fracasso. Um fator para tal rejeição do público foi a desconstrução da personalidade do personagem, os criadores da série tentaram torná-lo mais “adulto” porém acabaram perdendo sua essência, o que desagradou  muito os fãs. Os próprios produtores da série admitiram, tempos depois, que o projeto foi um erro.

Leia também: Nos 25 anos de "Friends", relembre os momentos mais hilários da série 

  • “Ravenswood”, spin-off de “Pretty Little Liar”
Ravenswood arrow-options
Divulgação
Ravenswood


“Pretty Little Liars” foi sucesso mundial e contou com sete temporadas (2010-2017), assim, na intenção de aproveitar a onda, seus criadores lançaram não um, mas dois spin-offs da série, ambos fracassaram. Um deles é “Ravenswood”, uma cidade amaldiçoada, vizinha de Rosewood, onde Caleb (Tyler Blackburn), personagem de PLL, vai morar após sair da série.

A trama, que conta com uma pegada sobrenatural, acontecia em paralelo com a quarta temporada (2013) de Pretty Little Liars, acompanhando o personagem Caleb, que junto com mais quatro desconhecidos, é atingido por uma maldição que assombra a cidade por gerações. Sem audiência, a série foi cancelada em seu décimo episódio.

Leia também: Piriri? Atriz de "Pretty Little Liars" revela que usou fralda no trabalho

  • “That '80s Show”, spin-off de “That’s ‘70s Show”
That '80s Show arrow-options
Divulgação
That '80s Show


“That ‘70s Show” foi um dos grandes hits da FOX e segue conquistando fãs pelo mundo, com oito temporadas (1998-2006) foi o debut de grandes nomes como Mila Kunis e Ashton Kutcher. Por mais que “That ‘80s Show” não seja, tecnicamente, um spin-off, os dois projetos partem do mesmo formato e foram produzidas pelos mesmos criadores.

A série foi lançada quando a original estava em sua quarta temporada, e foi um desastre. Um grande erro do projeto foi que, apesar de seguir a mesma premissa de “That ‘70s Show” pecou em reproduzir sua essência e quis se manter apenas de referências e nostalgia aos anos 80, o que não foi o suficiente para agradar os fãs, fazendo-a ser cancelada depois de treze episódios (2002).

Leia também: "Friends" domina! Veja o que esperar das atrações da Casa Warner deste ano

  • “The Cleveland show”, spin-off de “Family Guy” 
The Cleveland Show arrow-options
Divulgação
The Cleveland Show


O sucesso de “Family Guy” foi tanto que seu criador tinha carta branca da FOX para criar uma nova animação, e assim nasceu “The Cleveland Show” estrelando um personagem já conhecido na série original, Cleveland Brown. A confiança da produtora era tanta que a série foi renovada para uma segunda temporada sem nem mesmo esperar a reação dos telespectadores, porém a jogada não deu certo.

A animação não consegue fugir dos clichês. Além de não apresentar nada novo, boa parte das piadas são preconceituosas e racistas. Também é perceptível a falta de conexão com o público. Tudo isso levou a série, que foi cancelada em sua quarta temporada (2009-2013), a não entrar para a história como sua antecessora, assim como " El Camino ".