Tamanho do texto

Em turnê, a banda de K-pop BTS tocará para quase 40 mil pessoas neste sábado e domingo

Todas as esquinas que levavam ao Allianz Parque, na Barra Funda, estavam abarrotadas de fãs da banda sul-coreana Bangtan-Boys, mais conhecidos pela sigla BTS — berrada pela multidão que tentava chegar o mais próximo possível das grades de entrada do estádio do Palmeiras. Os sete cantores do grupo se apresentarão hoje, às 19h, para cerca de 39 mil fãs do estilo K-pop.

“Gritamos quando vemos uma sombra ou relance dos garotos da banda lá dentro” — explicou Bruna Leite, 22 — uma das que sobraram no acampamento erguido pelos fãs do grupo de K-pop há mais de 3 meses na praça vizinha ao Allianz Parque. “Cheguei tarde, estou aqui desde o domingo, só”, lamenta ela.

“Água é R$5,00” e “Compro e vendo ingressos, baratinhos aqui na minha mão!” eram as únicas coisas que se ouvia entre os gritos dos fãs.

barracas
João Cesar Diaz
O acampamento montando três meses atrás na praça Conde Francisco Matarazzo Junior, vizinha ao estádio do Palmeiras, começa a ser esvaziado


Acampados na praça

Cada barraca tem uma administradora: “A pessoa que organiza o revezamento, a comida. Tudo que a gente precisa”, esclarece Daniela Miguel, 22. Ela está acampada desde fevereiro junto com o resto do “army” (o conjunto de fãs da banda) que decidiu reservar posições privilegiadas na fila para o show dormindo nas barracas.

Fã do BTS
João Cesar Diaz
Fã de K-pop, Bruna Leite está acampada desde domingo à espera do show do BTS

Daniela e Bruna disseram que não passaram por muitos perrengues durante suas estadias nas barracas — “nos organizamos bem”. Até a questão do banheiro já estava bem resolvida: “Usamos o do Burger King, lá no shopping. É limpo e prático”, resume Daniela.

No sol, do lado oposto às colegas de barraca, o segurança do estádio Francisco Ferreira, 55, desmente a ilusão dos fãs. “Nenhum dos meninos da banda chegou, não sei por que estão gritando assim.”

Impressionado pelo tamanho do público, Francisco conta que, nos quatro anos trabalhando por lá, a única coisa que trouxe uma multidão de fãs dessa magnitude foi o show do cantor canadense Justin Bieber, no começo de 2017.

Sonho dos filhos

Celeste Oryan, 37, e Francisco Oryan, 58, voaram de Santiago, no Chile, para São Paulo na última madrugada. “Queremos realizar o sonho da nossa filha.” Tímida, Isabel, de 18 anos, confirma a versão dos pais abraçando a mãe — que veio vestida com a camiseta da banda, como a filha.

“Pode ver que metade de quem está aqui é mãe ou pai”, garante Rosângela Leboutte, de Porto Alegre. A família gaúcha estava guardando dinheiro há um ano para conhecer as praias do Nordeste em dezembro. Mas, os planos mudaram. “Minha filha é esperta. Ela conseguiu me convencer a usar esse dinheiro para dar esse show de presente para ela.”

E a viagem planejada? “Ah, agora sobrou dinheiro para vermos a praia em Santa Catarina e olhe lá”, brincou.

Rosângela assistirá ao show com a filha de 14 anos. “O som deles é legal… E tem aquele menino da boca bonita: Jimin, o único que decorei o nome”.

Jimin é o favorito, ou bias no linguajar K-pop, de Isabelle Cícera, 12, também. Antônio Carlos, 37, acompanhava a filha. “ Vim de Franco da Rocha para realizar o sonho dela, é o jeito, não é Isabelle?…” — “Uhum”, sorri a menina.

fila para show
João Cesar Diaz
Antônio Carlos, 37, realiza o sonho da filha de assistir um show da banda sul-coreana


Bom para todos

Na lanchonete “Palmeiras Lanches”,  de frente ao estádio desde 1962,  o chapeiro corre para acompanhar os pedidos dos fãs esfomeados. “Show é bom pro movimento”, conta Laércio Correia, 40. “Mas o filet, o movimento bom mesmo, é quando tem show de rock” — “a galera do rock se esbalda, né. Esse pessoal bebe”, ri o gerente.

Lanchonete do palmeiras
João Cesar Diaz
A antiga lanchonete "Palmeiras Lanches" é tomada pelos fãs que esperam na fila do show do BTS


Marília Costa, 27, passa entre as filas vendendo tiaras com os rostos dos integrantes do BTS. “Ganho dinheiro na fila para comprar o ingresso do show. Assim consigo ir em todos os que quero”, explica ela.