A fotógrafa Andréa Leal, com co-criação da jornalista Cláudia Bettini, resolveu fazer um especial cheio de amor dedicado ao Dia das Mães. Na Galeria Trend, no Alto de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, a exposição gratuita e interativa, "Retratos de Mãe", mostra o poder de contar histórias para os filhos.

Leia também: Primeiro na ficção! As famosas que interpretaram mães antes de engravidar

Exposição
Divulgação
Exposição "Retratos de Mãe"

A mostra que chega à cidade em 11 maio, um dia antes do Dia das Mães , tem como foco resgatar a conexão, a dedicação de tempo e atenção das matriarcas com os filhos, ressaltando que estes olhares amorosos não só estimulam a leitura, a cultura, o cognitivo, mas principalmente os sentimentos que unem mães e filhos.

Leia também: Tatá Werneck se emociona ao estrelar capa de revista: "Primeiro Dia das Mães"

As fotografias animadas e divertidas que compõem a mostra, receberam um up de Luciana Maia. A artista plástica desenvolveu um trabalho capaz de transportar cada família retratada para o universo mágico de seus contos preferidos, reproduzindo um cenário cheio de cores e significados que até então só existia na imaginação dos retratados.

Composta por personagens reais, " Retratos de Mãe " reúne 12 mães que tiveram a vida especialmente tocada pelas canções e histórias da cantora e contadora de histórias Carol Levy , que fará uma apresentação especial na abertura do evento. 

Vivências de mães em depoimentos emocionantes, poderão ser vistos na exposição interativa, por meio de um aplicativo de realidade aumentada, cada vez que o celular for posicionado em frente à tela da personagem.

Família homoafetiva

A obra dá espaço para família homoafetiva e conta um pouco da história de Joseneide de Souza Vasconcelos, dona de casa e cuidadora de 42 anos, e a atendente Valdenise Maria Lima de Abreu, de 44 anos, são mães de Joyce Bárbara de Souza Lima, uma jovem de 22 anos que tem paralisia cerebral.

Exposição
Divulgação
Exposição "Retrato de Mães"

"Conheci a Valdenise há 21 anos. Ela entrou em nossas vidas, digo minha e de Joyce, para que possamos mostrar o quanto se é possível fazer uma família de duas mães e uma filha feliz. Essa coisa de família tradicional não existe mais, família é aquela que bem vive. Somos muito felizes e fazemos a Joyce viver tudo de bom e maravilhoso, sem limites ou barreiras", ressalta Joseneide.

Valdenise também sente orgulho pela família que construiu e garante: "Há 21 anos entrou na minha vida dois anjos. O mais maravilhoso foi  a Joyce entrar na minha vida, me apaixonei de cara. Ela estava com 1 ano e 4 meses. Se existe amor á primeira vista esse foi o meu e o de Joyce. Acho que sou mais apaixonada por ela do que por Neide. Lutamos juntas contra o preconceito e decidimos encarar com dignidade e respeito".

Preconceito racial

Exposição
Reprodução/ Instagram
Exposição "Retrato de Mães"

Mãe de três filhos, Davidson Silva, de 14 anos, Dérik Silva, de 10, e  Drielly Maria, de 5, a professora Iara Carla Gonçalves, 36, se inspira na história "Menina bonita do laço de fita", de Carol Levy. 

"Minha filha é bem pretinha e se identificou com essa história. Vez ou outra, pego até meus filhos mais velhos assistindo com ela as histórias. Como sou professora, levo pra sala de aula. As histórias e canções são libertadoras e as crianças flutuam no mundo da imaginação!", ressalta Iara sobre a importância dos contos para as crianças.

Leia também: Paolla Oliveira esbanja sorrisos em campanha para o Dia das Mães

O time de personagens que compõem esta exposição de especial Dia das Mães , conta com matriarcas que encontraram nos textos ou canções maneiras de se comunicarem ou estimularem filhos autistas e microcefálicos, por exemplo. Além disso, a mostra reforça a luta para tornar especial os momentos de presença depois da ausência por conta das responsabilidades, ou para explicar assuntos nem sempre fáceis, como a diversidade familiar.

    Veja Também

      Mostrar mais