Tamanho do texto

Cantora pernambucana Duda Beat começou apresentação um pouco nervosa, mas cativou bom público que a prestigiou no palco Adidad

a cantora Duda Beat
Divulgação/Lollapalooza
Duda Beat se apresenta no palco Adidas do Lollapalooza

A pernambucana Duda Beat, que estreou na cena com “Bédi Beat” em 2018 se apresentou pela primeira vez no Lollapalooza neste sábado (06) com bom público, mesmo começando a apresentação às 12h30.

Em um show marcado por hits pra dançar e o lançamento de uma faixa inédita, Duda Beat aproveitou o máximo que pôde de tempo no palco com música.

Mas isso não a impediu de deixar um recado no final do show. Enquanto cantora e banda saiam do palco o telão dizia “1964 foi golpe sim”. Em recado direto ao presidente, outra mensagem dizia “Fora Bolsonaro”. Para completar, as imagens mostravam um apelo para soltar o funkeiro Renan da Penha, preso no Rio de Janeiro no último mês.

Essa não seria a última vez que o Presidente seria citado durante a tarde. Pouco tempo depois Liniker subiu ao palco com seus Caramelows e quando um coro começou a xingar Bolsonaro, ela deixou acontecer. “É por isso que a gente está aqui, para resistir”, disse antes do telão mostrar “Ele Não”.

Tanto Duda Beat quanto Liniker enfrentaram problemas técnicos, mas ambas os superaram com emoção e soltaram o choro no palco.

a cantora Duda Beat
Divulgação/Lollapalooza
Duda Beat se apresenta no Lollapalooza 2019