Tamanho do texto

Organização do festival precisou fechar os portões de acesso, enquanto problemas na CPTM dificultam a chegada do público ao Autódromo

A forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo na tarde deste sábado (06) causou transtornos para os fãs de música que estão no Lollapalooza ou que ainda tentam chegar ao Autódromo de Interlagos, onde acontece o festival.

A tempestade começou por volta das 15h, e obrigou a organização do Lollapalooza a suspender a programação do evento, que teve correria do público na busca por um lugar coberto. Para evitar tumultos, o Corpo de Bombeiros atuou para abrigar as pessoas em locais seguros.

Com os portões fechados para o público que ainda não havia entrado, a Polícia Militar teve que entrar em ação do lado de fora para organizar e informar as pessoas, que começavam a protestar por conta da desorganização e falta de orientação por parte da organização do evento.

Mesmo com a reabertura dos portões, os fãs continuaram enfrentando problemas, já que uma longa fila de mais de 800 metros se formou, causando uma demora além do normal na entrada do evento.

O fluxo começou a melhor apenas por volta das 17h30, quando a contagem oficial do evento apontava que 53 mil pessoas já haviam entrado.

O caos se estendeu também para o transporte público da cidade. A linha 9 - Esmeralda da CPTM, melhor opção para quem vai ao Lollapalooza , funcionou por aproximadamente uma hora com velocidade reduzida, dificultando a chegada ao evento e lotando as estações.