Tamanho do texto

A compra da Fox pela Disney foi finalizada na última quarta (20). Os funcionários dos estúdios temem por uma demissão em massa

Depois de confirmada a venda da Fox para a Disney, os funcionários do antigo império de mídia de Rupert Murdoch estão tomados pela ansiedade para saber qual será o destino deles. Na última quarta-feira (20) foi o primeiro dia de trabalho dos antigos 21st Century Fox, agora funcionários da Walt Disney. A fusão dos grupos pode resultar em 4 mil demissões.

Leia também: Disney finaliza compra da Fox e reforça liderança no entretenimento

Disney pode demitir cerca de 4 mil funcionários da Fox depois da fusão
Reprodução
Disney pode demitir cerca de 4 mil funcionários da Fox depois da fusão

De acordo com o Variety , a decisão das demissões ainda é uma hipótese, mas os membros da equipe acreditam em um possível desligamento em massa. Também existem rumores de que a Disney solicite a permanência de alguns colaboradores durante o período de transição, enquanto outros já irão receber as indenizações.

Até agora a comunicação da companhia americana fundada por Walt Disney foi limitada a uma nota do CEO, Bob Iger, que parecia se referir aos possíveis cortes na empresa. “Nosso processo de integração será uma evolução, com algumas empresas impactadas mais que outras”, escreveu Iger em sua nota.

Leia também: Disney estabelece data para a conclusão da aquisição da Fox

O CEO visitou os escritórios da Fox para participar de reuniões, tanto individuais quanto em grupo, nos meses que antecederam o fechamento da venda, mas não foi visto depois que nos escritórios depois que a compra foi realizada, na quarta-feira (20).

Os colaboradores da 21st Century Fox foram contatados pelo recursos humanos com um link que direcionava a um portal em que explicava a estrutura organizacional da Walt Disney e os principais benefícios do grupo. Mas foi na segunda-feira (18), dias antes da venda, os funcionários da Fox receberam uma nota de Murdoch, agradecendo a todos por terem feito parte da história do estúdio.

Leia também: Fim da novela? Fox aceita nova proposta bilionária da Disney

"Durante décadas, temos sido um catalisador para a mudança, impulsionado por uma aversão à complacência, um senso de curiosidade sobre o mundo e um abraço permanente de ideias ousadas", escreveu Murdoch. “Juntos, ao longo de décadas, mapeamos novos territórios, atendemos clientes em todos os continentes e moldamos um futuro brilhante para nossos negócios.” Ele também enfatizou que vê os dois negócios prontos para “florescerem nos próximos anos”.

A fusão deve ser finalizada até o começo de abril, pois a Disney está se preparando para uma apresentação de investidores em 11 de abril para detalhar seus planos pós-fusão e poder lançar o serviço Disney Plus até o final do ano.