Tamanho do texto

Rami Malek ganhou o Oscar de Melhor Ator ao interpretar Freddie Mercury

Rami Malek não para! Depois de ter atuado em “Bohemian Rhapsody”, interpretando o lendário cantor Freddie Mercury e vencedor do Oscar 2019 pelo trabalho no longa, agora, o ator vai estrelar o podcast de suspense “Blackout”. Em entrevista à Entertainment Weekly , o artista comentou sobre a nova empreitada.

Leia também: Rami Malek leva Oscar de melhor ator por 'Bohemian Rhapsody'

Rami Malek
Divulgação
Rami Malek


“Eu realmente havia amado ‘Homecoming’ (o podcast ), mas foi ainda mais incrível vê-lo realizado na tela, através da visão de Sam Esmail (diretor e roteirista)”, comentou Rami Malek . Os dois são parceiros criativos em “Mr. Robot".

Em “Blackout”, criado por Scott Conroy, Malek interpretará um DJ de New Hampshire, nos Estados Unidos, que tentará proteger sua família e amigos, durante um caos na rede elétrica, quando toda a cidade é sabotada por conta disso. “As pessoas estão cada vez mais ouvindo podcasts. Há algo de antiquado nisso, é como voltar à época das novelas de rádio”, disse para a publicação.

Leia também: “Bohemian Rhapsody” se fia na força do Queen para quebrar a banca no Oscar

“Meu personagem é um cara comum, alguém com quem todo mundo é capaz de se identificar. Eu gosto de pensar que seria como ele em uma crise, tentando ajudar a minha comunidade da forma que pudesse”, explicou.

“Na verdade, esta é uma história hiper-realista do que aconteceria se a nossa rede elétrica caísse. O nosso país está completamente despreparado para as consequências disso. Os temas que abordamos são bem profundos”, afirmou.

"Blackout" vai te fazer pensar sobre como o nosso senso de comunidade foi perdido com a tecnologia tomando conta das nossas vidas, e o que acontece quando precisamos nos reverter para um mundo em que temos que ouvir uns aos outros”, declarou.

Em fevereiro, o astro se consagrou, ao levar para casa o prêmio de Melhor Ator no Oscar 2019. Concorrendo com Christian Bale ("Vice"), Bradley Cooper ("Nasce Uma Estrela"), Willem Dafoe ("No Portal da Eternidade") e Viggo Mortensen ("Green Book: O Guia"), o ator venceu a categoria por interpretar Freddie Mercury nos cinemas.

Na época, o artista foi duramente criticado nas redes sociais por seu discurso ao citar o ex-vocalista da banda Queen como um homem gay, ao invés de bissexual.

Leia também: Um olhar sobre Rami Malek

“Fizemos um filme sobre um homem gay, imigrante, que viveu sua vida sendo ele mesmo sem remorso. E o fato que estou celebrando ele e sua história com vocês, essa noite, é a prova de que estamos desejando por histórias como essa”, declarou na ocasião.

Na web, os fãs do músico refutaram o discurso. “Coragem é falar sobre a sexualidade do Freddie Mercury como algo inspirador quando: errou a sexualidade, porque ele era bissexual e não gay”, criticou um internauta. “Parem de apagar bissexuais da história”, pediu outra, se referindo à fala de Rami Malek .