Tamanho do texto

Banda inglesa anunciou seu retorno e prepara novo disco. Da mesma era de Beatles e Rolling Stones, The Kinks busca ampliar seu legado no rock

Quando pensamos no rock inglês dos anos 1960, nossa mente logo vai para os Beatles ou os Rolling Stones . Mas, saído da mesma forma, o The Kinks é dono de alguns hits atemporais e uma longa discografia. A banda dos irmãos Ray e Dave Davies faz parte da explosão britânica e deixou seu legado na música.

The Kinks de volta! Um dos maiores nomes do rock britânico dos anos 1960 tem chance de renovar seu legado com retorno
Reprodução
The Kinks de volta! Um dos maiores nomes do rock britânico dos anos 1960 tem chance de renovar seu legado com retorno

Porém, em meio a desavenças, o The Kinks encerrou a carreira em 1996 e, ao contrário de Beatles, que sobrevive no sempre ativo Paul McCartney, ou dos Stones, que não param nunca, se tornou parte do passado.

Leia também: O rock não morreu, mas também já não é mais o mesmo

Isso está prestes a mudar, já que a banda anunciou seu retorno ainda para 2018. Ray Davies contou em uma entrevista para uma rede de TV britânica que Dave e o antigo baterista do grupo, Mick Avory, fizeram as pazes depois de muitos anos de desavenças. Com isso, Ray viu que era uma boa hora para gravar o material que ele criou desde a dissolução do grupo.

Ray Davies, hoje com 74 anos, comentou que a inspiração para esse retorno foi justamente os Stones e Mick Jagger, que estão em uma bem sucedida turnê com seus quatro membros originais ainda na ativa.

Beatles x Stones x The Kinks

The Kinks
Reprodução
The Kinks

Verdade seja dita, é difícil alcançar o estrelato dos Beatles e dos Stones. As duas bandas contam com artistas renomados e tem uma discografia incomparável. Mas, enquanto os Beatles duraram 10 anos e lançaram 13 discos, o Kinks lançou 24 até seu fim no começo dos anos 1990. Os Stones, dos anos 1960 até hoje, lançaram 25.

Leia também: Cópia de Ringo Starr de álbum dos Beatles é o disco mais caro da história

Os Beatles são alvos de mitos sem sentido? O Kinks também. Os Stones tem um histórico de polêmicas? O Kinks também. A banda foi protagonista de um quebra pau no palco em uma apresentação no país de Gales, que terminou com Dave Davies inconsciente. Os Stones foram exilados da Inglaterra? Os Kinks foram banidos dos EUA. Os Beatles usaram influências indianas em suas músicas? O Kinks fez isso antes com See My Friends .

You Really Got Me , maior sucesso da banda dos Davies, foi lançada em 1964 e chegou ao topo das paradas inglesas. A música também é cercada pelo mito de que Jimmy Page, do Led Zeppelin, tinha sido responsável pelos riffs de guitarra, fato sempre negado por Page.

Uma versão posterior gravada pelo Van Halen aumentou a popularidade da faixa nos EUA e a colocou, mais de 10 anos depois em 1978, na lista da Billboard de Hot 100. O refrão da música é tão marcante que segue sendo uma referência para artistas de heavymetal e punk.

Legado

O Kinks raramente passa despercebido quando se fala nos “maiores do rock”. A banda ocupa o 65º lugar da lista da Revista Rolling Stone dos 100 maiores artistas de todos os tempos. Sua influência atingiu bandas como The Clash e Ramones (alô punk!) e a vida de Ray Davies já até virou musical na Broadway.

Além de You Really Got Me , o The Kinks coleciona outros sucessos atemporais como All They and All of The Night e a balada Sunday Afternoon . Seu legado já existe, mas com os músicos de volta a ativa, a chance da banda se renovar e ampliar sua história de hits é grande.

Leia também: Efeito Despacito: A ascensão da música latina em 2017

O The Kinks não precisa provar nada para ninguém, mas é realmente um desperdício não tê-los na ativa, ainda mais com Ray Davies confessando que tem material de sobra para isso. Evasivo, ele não especificou quando esse retorno acontece, apesar de já terem feito sessões em estúdio. Mas, no melhor estilo inglês, ele prometeu se apresentar com a banda em “algum pub”. Tomara.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas