Tamanho do texto

Childish Gambino recebeu diversas acusações dos fãs do rapper Jase Harley

This is America , single de Childish Gambino, pseudônimo de Donald Glover, começou a receber diversas acusações de plágio pelos fãs do rapper Jase Harley . Segundo as acusações, Gambino copiou o estilo, temática e melodia de American Pharaoh , faixa lançada pelo rapper Harley há mais de dois anos. 

Leia também: Donald Glover lança clipe com violência estilizada como crítica ao racismo

Childish Gambino, nome artístico de Donald Glover, em cena no clipe
Reprodução
Childish Gambino, nome artístico de Donald Glover, em cena no clipe "This is America"

This is America é o primeiro single lançado por Childish Gambino desde “Awaken, My Love”, de 2016, disco que foi indicado ao Grammy. Em sua conta no Instagram, Harley conversou com os fãs e disse não estar incomodado, mas gostaria de ter sido lembrado: "Uma referência teria sido legal, mas está tudo bem. Ele é um grande artista, fico feliz de ter tido alguma influência na gravação", disse. 

Leia também: Kendrick Lamar é o primeiro rapper a ganhar o prêmio Pulitzer

Segundo o diretor Hiro Murai, responsável por diversos episódios da série "Atlanta", também protagonizada pelo ator, This Is America  teve influência do filme "Cidade de Deus", de Fernando Meirelles: "Queria fazer um clipe que se passasse nos últimos 20 minutos do filme "Mãe", ou no mesmo universo de "Cidade de Deus". No fim das contas, ficou mais sobre como encaixamos as coisas na tela, o que queríamos enfatizar, o tom que queríamos seguir", disse em conversa a Variety

via GIPHY


Leia também: Felipe Neto polemiza ao criticar Youtube por permitir clipe de Childish Gambino

+ This is America

Gravado em um galpão com carros dos anos 1980 e 1990, o clipe e a música são repletos de referências sutis a movimentos como "Black Lives Matter", aos protestos de Charlottesville, a tiroteios terroristas, abusos policiais e ao movimento dos direitos civis. 

Tão incômodo quanto intrigante, o vídeo começa com Donald Glover dançando sem camisa e , de repente, ele atira à queima roupa em um sujeito que tocava violão sentado e encapuzado. A coisa continua cheia de ambiguidade, ataques, pânico, sensualidade e ultraviolência. 

O novo álbum de  Childish Gambino , com o single, ainda não tem previsão de estreia.