Tamanho do texto

Estilista começou a carreira na moda nos anos 80, mas ganhou fama quando lançou a marca de bolsas com seu nome, em 1993, a Kate Spade New York

A renomada estilista norte-americana Kate Spade, que foi encontrada morta em seu apartamento, em Nova York, na última terça-feira (05), sofria de depressão , segundo revelou sua irmã, Reta Saffo , ao jornal New York Post .

Leia também: Estilista Kate Spade é encontrada morta em Nova York

A estilista Kate Spade posa para foto de braços cruzados
Divulgação Instagram
A estilista Kate Spade posa para foto de braços cruzados

De acordo com Reta Saffo, Kate Spade adquiriu o distúrbio após seu marido pedir o divórcio, dias antes do suposto suicídio. Para alguns veículos, o bilhete deixado pela estilista antes de morrer também trazia indícios de que ela não queria acabar com seu casamento, que já estava prestes à completar 25 anos.

Leia também: De SPFW à festa da Time: famosas abusaram do estilo nesta semana

Endereçado a sua filha, Frances Beatrix, a mensagem dizia: "Bea, eu sempre te amei. Não é culpa sua. Pergunte ao seu pai". A nota também reforça a hipótese de suicídio, já que Kate foi encontrada enforcada.

Segundo a irmã, a morte da estilista "não foi uma surpresa", ainda que sua família tenha tentado levá-la a um centro especializado. Saffo ainda explicou que a fundadora da Kate Spade New York se recusava a buscar uma ajuda especializada para curar-se: "porque isso não condizia com a imagem alegre e despreocupada que tinha criado para si mesma".

+ Sobre Kate Spade

A estilista Kate Spade posando para foto atrás de algumas bolsas
Divulgação Instagram
A estilista Kate Spade posando para foto atrás de algumas bolsas

Kate começou a carreira na moda nos anos 1980, mas ganhou fama mesmo quando lançou a marca de bolsas com seu nome, em 1993, a Kate Spade New York, que expandiu e passou a vender roupas, joias, produtos de casa e fragâncias. Em 2007 ela vendeu a empresa e, em 2016, lançou uma nova grife, a Frances Valentine, que tem o nome de sua filha.

Leia também: Juliana Paes, Fiorella Mattheis, ex-BBBs e as famosas mais fashion da semana

Kate Spade chegou a ocupar o cargo de editora da revista Mademoiselle antes de lançar sua marca. Em 2017 a empresa foi comprada pela Tapestry Inc e agora tem mais de 140 lojas nos EUA e cerca de 175 em vários países do mundo, segundo o site oficial.

Com informações da ANSA*