Tamanho do texto

A cantora foi às redes sociais para comentar sobre polêmica e pedir desculpas para a sua fã pelo ocorrido; confira a repercussão do caso

Uma polêmica envolvendo a cantora MC Carol emergiu nas redes sociais nesta semana. Após sua apresentação no festival XXXBórnival , realizado no último dia 26 em São Paulo, uma fã relatou no Facebook ter sofrido violência sexual por parte de um dançarino da funkeira. A cantora, por sua vez, resolveu utilizar as redes sociais para comentar sobre o caso.

MC Carol pede desculpas por violência de dançarino durante show
Reprodução
MC Carol pede desculpas por violência de dançarino durante show

Leia também: Morgan Freeman se pronuncia sobre acusações de assédio: “peço desculpas”

“Pessoal, há umas três semanas atrás, eu fiz show sem falar com ninguém da minha equipe e no outro dia eu demiti toda minha equipe e o motivo foi machismo. A gente conversou bastante e resolvi dar a ultima chance”, começou a publicação de MC Carol no Facebook. “Na verdade eu acho que algumas pessoas estão se aproveitando de mim”, continua.

Em seu texto, a cantora relembra as violências sofridas com o seu ex-namorado e afirmou estar em um momento fraco de sua vida. “Mesmo em pânico estou trabalhando, estou lutando e é o meu trabalho que me está dando forças”, explica.  Carol ainda afirma que ter tocado no festival ao lado de artistas como Johnny Hooker foi a realização de um sonho e que ficou sabendo sobre o assédio apenas no dia seguinte.

Leia também: James Caan comenta acusações contra Morgan Freeman: "Sociedade está estranha"

“À tarde meu produtor me mandou mensagem dizendo que tinha uma reclamação no e-mail de um dos dançarinos. Eu já sabia o que era, porque no show eu olhei pra um dançarino e quando fui olhar pro outro, eu vi que a menina não estava gostando e de imediato eu mandei largar ela e ele a largou”, conta.

Em seu texto, a artista revelou que começou a bloquear as pessoas que estavam questionando o seu posicionamento durante o show afirmando que ela era feminista “apenas quando convém”. “Eu nunca vou admitir falarem do meu feminismo, eu tenho muito orgulho de ser feminista e eu quero muito lutar pela causa também na política”, comenta.

“Esse último show não foi divertido, eu chamei [uma menina] para dançar com o macaco, mas vi que ela não estava feliz e mandei deixar ela descer e isso era só o que eu lembrava. E aí até postei o vídeo para as pessoas verem que eu mandei largar”, explica, afirmando que chegou a fazer o pedido três vezes.

“Eu não analisei, queria que a polícia entrasse no caso primeiro para eu não ser injusta, mas acabei sendo injusta com a Iris [fã]. De coração, estou muito muito triste, também estou envergonhada por vários motivos. Estou decepcionada com o meu ex-dançarino, mas não sou covarde. Peço desculpas a Iris e todas as mulheres”, finalizou a cantora.

Leia também: Chega de Fiu Fiu vira documentário e oferece melhor entendimento sobre assédio

A publicação recebeu milhares de likes e diversas fãs apoiando a postura da cantora. “Até quando mulheres, especialmente mulheres negras, vão ser penalizadas pelas coisas que homens fazem?!? Força, MC Carol”, escreveu uma usuária.” Parabéns, poucas pessoas têm a capacidade de admitir um erro. E muita luz e força pra você enfrentar todas essas dificuldades e lutas que vem passando, estamos contigo!”, escreveu outra.

Polêmica de MC Carol

MC Carol durante show
Reprodução
MC Carol durante show

Na última segunda-feira (27), uma jovem compartilhou um relato em sua página do Facebook o caso de assédio que sofreu de um dos dançarinos da cantora. Segundo ela, um membro da equipe de produção teria se aproximado dela e de uma amiga próximo ao palco para convidá-las a dançar no palco durante o show da cantora.

Durante a execução da música Onda Forte, dois dançarinos vestidos de macacos, em referência à letra da música, aparecem no palco e puxaram as duas mulheres da plateia. “A partir do momento que eu pisei no palco esse macaco que me puxou começou a ser extremamente bruto comigo, me puxou, me agarrou, me arranhou, de tanta força que ele usou. E força pra que? Pra me colocar em posições sexuais mais esdrúxulas do mundo; de perna aberta, no colo dele, com a bunda virada pra ele”, escreveu a fã.  

A jovem ainda relata que relutou, mas acabou se machucando ainda mais até o momento que a cantora pediu para que o dançarino parasse. “Mas nada aconteceu, foi uma frase só e o cara não parou, fingiu que nem ouviu”, comenta.

Em publicação, a fã ainda relata que saiu do palco “em choque e morrendo de vergonha”, terminando a publicação afirmando que “100% feminista só quando convém”, em referência à canção de MC Carol .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.