Tamanho do texto

Algumas voltaram após ficarem anos separadas, outras terminaram para sempre. Confira o que aconteceu com duplas que ficaram sem seus pares

Seja por questões de férias, doença, separação , morte ou intrigas, alguns integrantes de duplas tiveram destinos distintos durante sua carreira . Algumas duraram décadas, outras nem tanto, porém, o suficiente para ganharem o reconhecimento de milhares de fãs.

Leia também: Consolidado, 'feminejo' já vislumbra o futuro com as novinhas do sertanejo

As duplas que ficaram sem suas duplas
Montagem por reprodução
As duplas que ficaram sem suas duplas

Mas o que acontece quando as duplas ficam sem seus parceiros de trabalho? Cancelamento de shows? Segue a vida? Alguns entram no embalo dos fãs conquistados no passado e investem em carreiras solos com grande sucesso. Outros não cosquistam tanta notoriedade e voltam as raízes. Confira artistas que passaram por essa situação:

Leia também: Pura realeza! Dez provas de que Simaria é a nova rainha da internet

Simone e Simaria

Simone e Simaria
Reprodução/nstagram
Simone e Simaria

Desde que a cantora Simaria ficou doente e se afastou dos shows – após ficar internada durante cinco dias em um hospital em São Paulo – Simone é a responsável por dar conta dos eventos. Diagnosticada com tuberculose ganglionar, ela deixou para a irmã e companheira, a missão pelos palcos do Brasil sozinha.

As duas que preferiram não cancelar os shows que já estavam agendados, estão seguindo uma rotina de “dupla separada” até meados desde mês, já que Simone, que já havia revelado que estar se sentindo cansada, anunciou que tirará férias em breve.

A rotina de Simone tocar pelas cidades do Brasil sozinha foi um tanto quanto complicada e puxada, já que ela fazia uma jornada dupla no trabalho. Guerreira, a morena seguiu firme e forte com a ausência da irmã e afirmou que durante o período os fãs foram sua Simaria.

No entanto, apesar de ter vivido uma ‘mini carreira solo’ a cantora afirmou que assim que elas voltarem do descanso, muitas novidades estão por vir, inclusive, lançamentos. Ao que tudo indica Simaria voltará com a irmã após as férias para a alegria dos fãs que já estão com saudades de ver as coleguinhas do Brasil juntas no palco.

Leia também: "Não tenho nada contra ninguém" diz Simone após polêmica

Leandro e Leonardo

Luan Santana será Leandro e Bruno Gagliasso, Leonardo, no filme
Agnews/ Divulgação
Luan Santana será Leandro e Bruno Gagliasso, Leonardo, no filme "Não aprendi dizer Adeus"

Leandro e Leonardo foi uma dupla sertaneja muito presente no Brasil entre os anos 80 e 90. Ex-plantadores de tomate, os irmãos conquistaram grande sucesso em todo o território nacional. A dupla que ganhou grande notoriedade com músicas como Pense em Mim , Eu Juro , É Por Você Que Canto e Não Aprendi Dizer Adeus , terminou quando Leandro morreu, aos 36 anos, devido um câncer devastador em seu pulmão, em 1998.

No entanto, a mudança na rotina de Leonardo começou quando seu irmão ainda estava vivo, mas já não conseguia comparecer há alguns shows. Tanto que, Leandro faleceu enquanto seu irmão fazia um show. Depois da tragédia, Leonardo mudou todos os costumes e seguiu carreira solo.

Na época, Leonardo ficou muito abalado e chegou a ficar na dúvida se deveria ou não continuar na carreira, mas o próprio irmão pediu para que o trabalho progredisse sem ele. Após todas as mudanças e duas décadas depois, Leonardo ainda consegue manter o sucesso até hoje. Apesar de seguir carreira solo, ele possui um trabalho com o amigo e também cantor sertanejo Eduardo Costa.

Leia também: Gabriela Araújo, Musa do Sertanejo, posa de fio dental e critica photoshop

Claudinho e Buchecha

Claudinho e Buchecha
Divulgação
Claudinho e Buchecha

Claudinho e Buchecha foi uma das duplas pop funk de maior sucesso nos anos 90 e 2000. O ícone musical que possui disco de Platina Duplo pelo álbum "Só Love", lançado em 1998, foi interrompido com a morte de Claudinho em 2002, durante um acidente de trânsito fatal.

Depois da perda, Buchecha ficou com depressão por cerca de três anos, mas com a ajuda de amigos e fãs voltou a cantar e investir em uma carreira solo. Iniciando uma nova fase em sua vida, Buchecha regravou a música Fico Assim Sem Você , que fez grande sucesso pelo verso “Amor sem beijinho, Buchecha sem Claudinho, sou eu assim sem você”.

Desde então, apesar de ter se reconstruído para seguir uma vida artística sozinho, Buchecha, que não está mais tão presente na mídia, segue nos shows sempre fazendo um momento de lembrança para o irmão.

Leia também: Sucesso! Veja dez vezes que o funk e o sertanejo lacraram juntos

Rick & Renner

Rick e Renner
Divulgação
Rick e Renner

Os sertanejos Rick & Renner se separaram em 2010 após 25 anos de parceria. O motivo do fim da dupla aparentemente foi o descomprometimento de Renner. O cantor, inclusive, chegou a ser internado em uma clínica de reabilitação com sintomas de depressão depois da separação. Os dois voltaram a cantar juntos em 2012, mas com um relacionamento complicado, assumiram o fim novamente em 2015.

Desde então “Rick Sollo” – nome artístico que usa atualmente – segue cantando sem o antigo parceiro. Buscando uma maior diversificação de sua musicalidade, Rick teve que iniciar uma nova fase na carreira, assinar com outra gravadora, aprender a seguir uma rotina de show sozinho e satisfazer os fãs com suas novas músicas solos.

No entanto, em 2017 o cantor voltou a ter uma rotina de dupla, após fazer uma parceria com o cantor Giovani (Gian e Giovani), com quem leva um projeto chamado "Dois Corações". Inclusive, Gian e Giovani anunciaram recentemente que irão voltar com a dupla em agosto deste ano. 

Leia também: Nova música de Christina Aguilera tem má recepção na web

João Paulo e Daniel

João Paulo e Daniel
Divulgação
João Paulo e Daniel

João Paulo e Daniel formaram a dupla raiz em 1980. Com grandes sucessos como a canção Estou Apaixonado , os dois marcaram o cenário da música brasileira na até a década de 90. Porém, a dupla terminou em 1997, quando João Paulo faleceu em um acidente de carro.

Desde então, Daniel vem seguindo carreira solo. Na época do acidente, a dupla chegou a desmarcar alguns shows. Ao completar 30 anos de carreira em 2013, Daniel gravou um DVD ao vivo, com uma homenagem ao parceiro durante a canção Te Amo Cada Vez Mai s, com as últimas imagens do amigo saindo do hotel em São Caetano do Sul rumo à sua cidade natal, pouco antes do acidente.

Daniel conseguiu uma carreira consolidada, mesmo após a perda do parceiro. Sendo um dos cantores sertanejos de maior prestígio nacional, suas canções sempre estão presentes em novelas com temas do sertão.

Leia também: Alvo de preconceito, K-Pop extrapola música e se consolida como cultura viva

Edson e Hudson

As duplas que ficaram sem suas duplas
Montagem por reprodução
As duplas que ficaram sem suas duplas

Responsáveis por grandes músicas que ficaram nas paradas de sucesso das rádios do país, como Porta Retrato   e Azul e batendo recordes de pessoas em shows feitos em rodeios, a dupla é um sucesso até os dias atuais. No entanto, a notícia da separação dos artistas, que aconteceu em 2009, abalou milhões de fãs.

Com o rompimento, após 30 anos juntos, Edson seguiu carreira solo com a marca “Edson e Você”. Porém, quando o cantor lançou seu primeiro CD, que apesar de contar com participações de diversos artistas, não conquistou uma boa procura pelos fãs como era com seu irmão. Tal fato que fez com que Edson e Hudson se tornasse mais uma das duplas  que voltaram após dois anos separados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.