Tamanho do texto

iG Cultura se debruçou sobre o segundo trailer do aguardado lançamento da FOX e aponta cinco elementos que permitem assegurar o sucesso do longa

A Fox divulgou nesta quinta-feira (22) o segundo trailer de “Deadpool 2”, sequência do hit de 2016 que arrecadou mais de US$ 780 milhões globalmente. Com estreia agendada para 18 de maio nas salas de cinema do País, o longa traz o astro canadense Ryan Reynolds novamente no papel principal.

Leia também: "Château-Paris" flagra rotina intensa de imigrantes na França

Imagem promocional de Deadpool 2
Divulgação
Imagem promocional de Deadpool 2

A expectativa é que “Deadpool 2” renda mais do que o primeiro e o longa é a grande arma da FOX para o agitado e concorrido verão americano. O filme chega aos cinemas no mesmo dia que a Disney bota no mercado o derivado de Star Wars sobre Han Solo. Mas a prévia divertidíssima liberada pelo estúdio, mostra que a FOX tem um belo trunfo nas mãos e listamos cinco razões que comprovam isso.

Leia também: 1ª série nacional a focar no empoderamento, "O Negócio" volta para último ato

Sem mexer em time que tá ganhando

A quarta parede segue quebrada em “Deadpool 2”. Um dos grandes acertos do primeiro filme foi a possibilidade de Wade (Reynolds) poder ridicularizar tudo e todos a sua volta. Desde os personagens até os próprios filmes do gênero. É possível perceber não só que essa estratégia foi mantida, como as piadas seguem no mesmo ritmo alucinante e politicamente incorreto do primeiro filme.

Universo expandido

Deadpool vai liderar a X-Force no 2º filme
Reprodução/Youtube
Deadpool vai liderar a X-Force no 2º filme

Um filme do Deadpool , mas com outros mutantes? Com certeza! Além de Cable, que ganha a birra de Josh Brolin, mais mutantes vão dar as caras na sequência que, como o trailer entrega, verá a formação da X-Force. A ideia de Deadpool estar à frente de um grupo de mutantes na base do improviso é muito boa e, bem explorada, abre uma espiral de potencialidades para o universo mutante da FOX.

Leia também: O efeito Deadpool já se faz sentir em Hollywood e filmes de heróis devem mudar

Comentarista do próprio filme

A tiração de sarro é um direito adquirido do personagem que já no trailer salpica referências ao universo dos super-heróis e à maneira como o seu próprio filme está sendo vendido pelo estúdio. É uma maneira inteligente de reciclar a bem sucedida metalinguagem tão elogiada no primeiro filme.

Dos criadores de “O Diabo Veste Prada” e “Vestida para Casar”

Até os créditos do filme são bem-humorados
Divulgação
Até os créditos do filme são bem-humorados

Mais do que uma brincadeira com ‘chick flicks’, os tais filmes para meninas, do estúdio, a divertida referência ratifica que “Deadpool2” é mesmo um filme para todos. Não está restrito à cada vez maior fatia do público que aprecia filmes de super-heróis. Não gosta de filmes de super-heróis e topa só assistir um em 2018? Este é o seu filme!

A mão de David Leitch

A mão do diretor, que assumiu o longa depois do desentendimento entre Reynolds e Tim Miller (responsável pelo primeiro filme), já pode ser sentida nas cenas de ação e de luta de "Deadpool 2", que o trailer valoriza bastante. Para quem não se lembra, Leitch é o responsável por “Atômica” (2017), estrelado por Charlize Theron, e “De Volta ao Jogo” (2014), com Keanu Reeves.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.