Frances McDormand ganhou seu segundo Oscar de Melhor Atriz por seu trabalho em “ Três Anúncios Para Um Crime ”. A atriz subiu ao palco para um discurso emocionado, onde agradeceu o diretor Martin McDonagh e seu marido, o cineasta Joel Coen.

Leia também: Gary Oldman vence Oscar de Melhor Ator por caracterização de Winston Churchill

undefined
Reprodução
Frances McDormand celebra seu segundo Oscar e pede em discurso que mulheres indicadas se levantem

 “Eu tenho algumas coisas para dizer”, comentou a atriz, antes de pedir que todas as indicadas mulheres se levantassem. “Atrizes, diretoras, produtoras”, pediu. Greta Gerwig e Meryl Streep foram umas das poucas que se levantaram. Muito aplaudida, McDormand pediu para que todos olhassem ao redor, para essas mulheres, e ouvissem suas histórias. “Todos temos histórias para contar e filmes para fazer”, clamou.

Por fim, ela citou duas palavras: "inclusion rider". O termo significa uma cláusula que um ator pode fazer em seu contrato, exigindo que o elenco seja diverso, garantindo igualdade de gênero ou raça. 

Leia também: Eleito melhor filme, "A Forma da Água" lidera Oscar 2018 com quatro estatuetas

Três Anúncios

McDormand foi a favorita durante todo o período de premiação por sua atuação como Mildred, uma mulher pobre que vive na pequena cidade de Ebbing, Missouri e sofre com a morte da filha, estuprada e queimada meses antes. Sem ver resultado na investigação, ela decide instalar três anúncios questionando o trabalho da polícia local em relação ao crime. McDormand cria com muito cuidado o perfil dessa mulher cheia de defeitos, carregada de violência e raiva, mas capaz de uma sensibilidade sem igual.

Considerada uma “outsider” no circuito de Hollywood, Frances McDormand já havia ganhado uma estatueta em 1997 por “ Fargo ”, dirigido pelos irmãos Coen. Ela ainda foi indicada outras três vezes: por “Mississippi em Chamas”, “Quase Famosos” e “Terra Fria”. esse ano ela competia com Sally Hawkins, Margot Robbie, Meryl Strepp e Saoirse Ronan. 

    Veja Também

      Mostrar mais