Tamanho do texto

Joy Villa deixou claro seu repúdio a legalização do abordo durante cerimônia do Grammy 2018. Mas essa não foi a primeira vez que ela causou. Entenda;

A cantora americana, Joy Villa , chamou a atenção mais uma vez no tapete vermelho do Grammy Awards de 2018 neste domingo (28) ao usar um look nada discreto: um longo vestido branco com imagem contra o aborto e uma bolsa com a seguinte mensagem “Choose life”, em tradução: “Escolha a vida”.

Leia também: Grammy é marcado por discursos políticos, mas causa controversa com premiações

Cantora Joy Villa no Grammy 2018
Reprodução Instagram
Cantora Joy Villa no Grammy 2018

Joy Villa tem 26 anos e se diz pró-vida , compareceu à premiação do Grammy usando um vestido branco com a imagem de um feto pintado a mão nas cores do arco-íris. Em entrevista para a Fox News , Villa deixou claro: "Eu sou uma mulher pró-vida. Este ano, escolhi passar uma mensagem no tapete vermelho, como sempre faço".

Leia também: Carnaval: os 10 sambas-enredo mais promissores de 2018

Cantora Joy Villa chama atenção por usar vestido contra o aborto durante a cerimônia do
Reprodução Instagram
Cantora Joy Villa chama atenção por usar vestido contra o aborto durante a cerimônia do "Grammy 2018"

De acordo com a americana, ela aderiu ao movimento e por decisão própria deixou um bebê para adoção quando tinha 21 anos. Desde então, acredita que essa seja a melhor alternativa para quem não deseja o filho e discorda por quem alterna pelo aborto.

Joy tem quase 140 mil seguidores só na sua conta do Instagram, eles estão dividos entre a opinião da cantora: “O embrião está ligado e depende da mãe para sobreviver, portanto, é sua decisão se é ou não bom removê-lo.”, comentou um, “No meu ventre eu mando!”, reclamou outra. Mesmo a maioria dos comentários sendo de críticas a Villa, teve gente concordando com ela ao dizer: “Eu apoio você”.

Não para por ai

Joy Villa com vestido pró-Trump no
Reprodução Instagram
Joy Villa com vestido pró-Trump no "Grammy 2017"

 E não é a primeira vez que Joy Villa chama atenção dos holofotes e repercute nas redes sociais com o modelo escolhido para passar pelo tapete vermelho do evento. No ano passado, a cantora usou um longo vestido azul pró governo Trump, com a seguinte frase: “make America great again", slogan da campanha de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.

Leia também: Guerra, sexualidade e mais: os temas mais comuns no Oscar na última década

Como ela mesma deixou claro que gosta de passar mensagens no Grammy  pelo próprio look, a morena ao causar em 2017 mostrou a satisfação com a atual presidência do seu país: “Amo o que ele está fazendo, o desemprego caiu. E foi só um ano, mal posso esperar pelos próximos sete", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.